PUBLICIDADE
Notícias

Após denúncias, Comando Geral deve realocar PMs que estão em alojamento indevido

Sem alojamento os policiais foram colocados em um auditório sem beliches, com colchões no chão e muitas formigas

18:37 | 19/01/2017
No auditório muitas formigas e colchões no chão
No auditório muitas formigas e colchões no chão

Atualizada às 19h51min 

 

[FOTO1]Uma denúncia recebida pelo O POVO mostra imagens do que seria um alojamento para policiais militares que foram deslocados de Fortaleza para o município de Juazeiro do Norte, para a operação Juazeiro Seguro. No lugar, colchões no chão e muitas formigas. As imagens foram divulgadas nesta quinta-feira, 19. O Comando Geral tomou providências para que os PMs sejam acomodados de "forma mais humana".

 Uma fonte que pediu para não ser identificada e esteve no lugar, afirmou, que o alojamento é cheio de goteiras e que os policiais dormem praticamente ao relento. O risco de se tornar vítima de insetos e aracnídeos é grande e tem causado desconforto entre os praças. As imagens mostram um grande número de formigas e os colchões no chão. 


 Além disso, a fonte repassou que as diárias que deveriam ser pagas no dia 13 de janeiro estariam atrasadas e que os policiais estão longe de casa e gastando dinheiro do próprio bolso para se manter.

 PMCE
 
[FOTO2]Segundo o relações públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Andrade Mendonça, houve um problema no pagamento da diária e em função disso  não foi realizado em tempo hábil. O oficial explica que, normalmente, os policiais viajam com a diária paga, mas que esse pagamento deve sair nos próximos dias.

 Em contato com o comandante do Batalhão de Juazeiro do Norte, o relações públicas diz que o comando teria providenciado um auditório para que os policiais dormissem e confirmou que, no lugar, não teriam beliches, mas ressalta que foram colocados colchões novos. Foi providenciado café, almoço e janta para os PMs e a carga horária deles que era de 8 horas foi reduzida para 6 horas. A fonte alega que as mudança no horário aconteceu, mas a folga foi retirada. 

 

[FOTO3] Em relação as formigas, o comandante disse que são de asas e características do inverno. "São formigas que aparecem no período de chuva e uma manifestação da própria natureza. Tem a tensão dos escorpiões, mas não dentro dos alojamentos", afirma o relações públicas.

"O comandante geral, coronel Ronaldo Viana, quando tomou conhecimento, logo entrou em contato para minimizar a situação da falha no sistema de pagamento de diária. A administração está tentando sanar o problema e acomodar os policiais da forma mais humana para que eles tenham o respeito que eles merecem ter", informou o relações públicas. 

 

TAGS