Participamos do

"Um misto de saudades e alegrias"; como é celebrar N. Sra. das Candeias à distância

Tradição teve de se adaptar aos protocolos contra a Covid-19. Romaria tem programação online e missas com 50% da capacidade
12:52 | Fev. 02, 2021
Autor Marcela Tosi
Foto do autor
Marcela Tosi Repórter de Cotidiano
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Há 20 anos, o auxiliar de serviços gerais José Carlos Barbosa participa da Romaria de Nossa Senhora das Candeias. A celebração anima as ruas e a religiosidade de Juazeiro do Norte todos os anos entre os dias 26 de janeiro e 2 de fevereiro. Em 2021, entretanto, tradição teve de se adaptar aos protocolos contra a Covid-19.

A terceira maior romaria do Ceará vem acontecendo desde o dia 29 de janeiro por meio de programação virtual e missas com 50% da capacidade dos templos. Carlos, desta vez, acompanha as celebrações de sua casa no município de Surubim, no interior de Pernambuco. Quase 500 quilômetros são perpassados pela fé do romeiro e agora pela transmissões online.

"A Romaria entrou na minha vida como uma herança familiar. Comecei ir ao Juazeiro acompanhando meus avós paternos", conta. "É uma necessidade física e espiritual da minha vida de romeiro. Ela me faz ser mais humano, pois me proporciona a experiência da união e do convívio fraterno na diversidade."

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para ele, a romaria virtual "é um misto de saudades e alegrias". "Saudades do calor humano, do se ver no outro, do reencontro com os amigos que muitas vezes só acontece nesse momento. Saudades do tocar os espaços e símbolos sagrados", relata emocionado. "A alegria vem por conta das oportunidades que os meios de comunicação nos oferecem para celebrar."

Clique na imagem para abrir a galeria

O dia 2 de fevereiro também está sendo diferente para o assistente social Paulo Roberto da Silva. Paraibano, Paulo mora em Goiás cumprindo missão. "Estou na quarta geração de uma família de romeiros. Minha mãe foi á romaria das Candeias grávida de mim", conta.

"Desde cedo, já em família, rezamos o rosário e cantamos nossos benditos e com ofertas de flores à Nossa Senhora das Candeias e a Padre Cícero em nosso altar da casa", expõe. No decorrer do dia, missas e momentos colaborativos online farão companhia. "A romaria é um lugar de encontro e de partilha. A romaria das Candeias nos leva a contemplar Maria, que nos apresenta a grande luz que é Cristo."

Paulo reconhece que, devido à pandemia, o distanciamento social é necessário, mas afirma que não está sendo fácil. "O dia de hoje é dia santo e nós vivenciamos esse dia no calor humano em juntos em romaria. Para nós está sendo um momento muito difícil, mas graças a Deus estamos vivendo a nossa espiritualidade romeira em casa com a colaboração das redes sociais", aponta.

As celebrações seguem até as 17 horas, quando será feita a bênção simbólica das velas e a meditação do Terço Mariano. Cada romeiro é convidado a acendê-las em um lugar visível da casa e juntar a família para rezar, unindo-se ao pedido da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) sob o mote central “manter a luz da esperança diante da pandemia da covid-19”.

SERVIÇO

Confira a programação para o encerramento da Romaria de Nossa Senhora das Candeias, em Juazeiro do Norte

Local: Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores

Transmissão online: TV Web Mãe das Dores

12 horas - Despedida do romeiro
15 horas - Terço da Misericórdia
17 horas - Missa de encerramento, presidida por dom Gilberto Pastana; benção das velas e meditação do Terço Mariano

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags