PUBLICIDADE
Noticia

MPCE apura suposta tentativa de coação de votos a servidores da Saúde em Juazeiro do Norte

Denúncia aponta que vereador estaria forçando servidores da Saúde do município a preencher formulário com dados como nome completo e número do título de eleitor

23:09 | 04/09/2020
 Fachada da sede do MPCE (Foto: Sara Maia, em 10/1/2013)
Fachada da sede do MPCE (Foto: Sara Maia, em 10/1/2013)

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) informou que apura denúncia anônima feita por funcionários lotados na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e no Hospital São Lucas, em Juazeiro do Norte, sobre provável “pressão política” sofrida por coação de votos.

Segundo a denúncia, feita à Ouvidoria-Geral do MPCE no último dia 28 de agosto, um vereador estaria distribuindo tanto na UPA, quanto no Hospital São Lucas formulários e exigindo o preenchimento de dados pessoais dos funcionários, como nome completo, número de título de eleitor e local de votação.

Na manhã desta sexta-feira, 4, o MPCE, por meio do promotor de Justiça André Augusto Cardoso Barroso, visitou os locais supracitados na intenção de apurar os fatos. Os queixosos pedem medidas para extinguir tal atitude em período que antecede início das campanhas eleitorais. O nome do parlamentar envolvido na suposta tentativa de coação não foi divulgado.

Serviço:

O MPCE destaca que o cidadão pode realizar denúncias reservadamente por meio dos canais abaixo:

Ouvidoria-Geral: Rua Assunção, nº 1100, José Bonifácio Cep 60.050-011, Fortaleza (CE)

Telefone: 127 / 0800.2811553 / (85) 3253.1553 / (85) 3452.1562 (fone/fax)

E-mail: [email protected]