PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Mãe salva filho de homicídio e é morta em Juazeiro do Norte

Caso é apurado pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP), da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Até momento, ninguém foi preso.

17:17 | 13/08/2020
Francisca Etelvina da Silva tinha 57 anos e morava no bairro Franciscanos (Foto: Reprodução/ Redes sociais)
Francisca Etelvina da Silva tinha 57 anos e morava no bairro Franciscanos (Foto: Reprodução/ Redes sociais)

Uma mulher foi morta a tiros na tarde desta terça-feira, 13, após salvar o filho de uma tentativa de homicídio na cidade de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. O crime ocorreu em frente à casa da vítima.

Segundo informações da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, dois homens chegaram à residência da vítima alvejando com tiros o filho de 18 anos de Francisca Etelvina da Silva, 57. O jovem estava na calçada acompanhado de uma pessoa. Ao perceber a ação dos criminosos, a dona de casa se colocou na frente do filho como escudo humano e foi baleada.

A moradora do bairro Franciscanos foi em seguida socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Juazeiro do Norte, mas não resistiu e faleceu após os ferimentos.

O caso é apurado pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Regional, e segue sendo investigado pelas autoridades locais. De acordo com a delegacia, o rapaz alvejado não possui passagens pela Polícia Civil do Ceará. Ainda não há informações sobre as motivações e autoria do crime.

Segundo nota emitida pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), uma das motocicletas utilizadas no crime teria sido abandonada pelos suspeitos no momento de fuga e foi apreendida no local do crime e levada para a Delegacia Regional. Segundo a SSPDS, mais detalhes serão divulgados em momento oportuno para não comprometer o andamento das investigações policiais.

Investigação

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (88) 3102-1102, do Núcleo de Homicídios de Juazeiro do Norte, ou para o (88) 3572-1736, que é o WhatsApp do NHPP, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de áudio, texto e vídeo. O sigilo e o anonimato são garantidos.