PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Vídeo: detentos reformam presídio em Itaitinga

Pelo menos desde 2016, os detentos são direcionados a serviços de construção e manutenção nas unidades prisionais do Estado

21:32 | 11/07/2019

Mais um vídeo circula nas redes sociais nesta quinta-feira, 11, mostrando o trabalho de detentos na reforma do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), presídio para internos em cumprimento do regime fechado, localizado no município de Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza).

A obra tem sido realizada pelos internos. Trabalhos de alvenaria e recuperação da estrutura são rotineiros, como pintura de grades e paredes, limpeza e manutenção. Pelo menos desde 2016, os detentos são direcionados a esses serviços nas unidades prisionais do Estado.

Em maio, os internos construíram novas salas de aula. Eles recebem aulas do Serviço Nacional da Indústria (Senai) e aprendem ofícios como os de pedreiro, gesseiro e eletricista.

Mais capacitação

Em todas as unidades prisionais do Ceará, serão 4 mil detentos a passarem por qualificação profissional até o fim do ano.

O programa, promovido pela Coordenadoria de Inclusão Social do Preso e do Egresso (Cispe), é um dos quatro voltados para a capacitação profissional nos presídios do Ceará e atende, atualmente, 394 detentos. Informática, construção civil, tecnologia, mecânica, costura e marcenaria são algumas das áreas contempladas pela iniciativa.

Cristiane Gadelha, coordenadora do Cispe, explica que a lei estadual 15.854, de 2015, determina que as empresas contratadas pelo Governo do Ceará para a construção de obras públicas reservem entre 3% e 10% das vagas de trabalho para presos no regime semiaberto, aberto, em livramento condicional e egressos do Sistema Prisional do Estado do Ceará e o mínimo de 1% (um por cento) para os jovens do sistema socioeducativo. "Nós capacitamos e usamos a mão de obra, que é extremamente qualificada. É importante porque ajuda na capacitação e que o preso saia com uma profissão", detalha ela. Leia mais aqui.

 
 
 

O Povo