PUBLICIDADE
Ceará
IPPOO II

Mais um agente penitenciário é detido tentando entrar com celulares em presídio de Itaitinga

No mês passado, outras três pessoas foram presas pelo mesmo motivo

21:16 | 14/02/2018
Um agente penitenciário foi detido na tarde desta quarta-feira, 14, quando tentava entrar com celulares no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), em Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza). Ele é suspeito de corrupção e prevaricação (quando funcionário público deixa de praticar ato de ofício, ou pratica-o ilegalmente). No mês passado, três pessoas foram presas pelo mesmo motivo.
 
Detalhe de agentes penitenciários com algemas, no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO) 2, em Itaitinga. (Foto: Fábio Lima/O POVO)
 
O servidor era plantonista na unidade prisional. Com ele, foram encontrados e apreendidos aparelhos celulares. A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou que o agente deve responder administrativa e criminalmente.

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) informou que a Delegacia de Assuntos Internos (DAI) instaurou inquérito policial para apurar o caso. 

A investigação encontra-se em fase de diligências para oitiva de testemunhas. A CGD determinou ainda a instauração de Procedimento Disciplinar para a devida apuração administrativa.
 
Segundo caso em um mês 
No mês passado, operação prendeu três pessoas, pelo mesmo motivo, entre elas uma agente penitenciária e um ex-preso. Segundo o Ministério Público, eles também participavam de um esquema para entrada de celulares na unidade prisional Casa de Privação Provisória de Liberdade 5 (CPPL 5).

Redação O POVO Online