PUBLICIDADE
Notícias

Casal acusado de matar com mais de 20 facadas adolescente vai a júri em Itaitinga

Vítima foi atraída para local do crime pelo ex-namorado. Ele teve a ajuda da então namorada para cometer o crime. Dupla está presa desde 2012

21:36 | 22/05/2017

Vai a Júri na Comarca de Itaitinga, nesta terça-feira, 23, às 9h, o casal Cleoson da Costa Valente e Maria Priscila Alves Lima, acusados de assassinar com mais de 20 facadas a adolescente Beatriz Jacinto de Oliveira, 14 anos, em outubro de 2012. A vítima era ex-namorada de Cleoson, conhecido como "Ninja Nu".


Cleoson e Priscila foram pronunciados pelo crime de homicídio com três qualificadoras: motivo torpe, com emprego de meio cruel e mediante dissimulação que dificulte ou torne impossível a defesa da vítima.


O crime

A vítima foi atraída por Cleoson, seu ex-namorado, até o município de Itaitinga. Lá, ele matou a adolescente com mais de 20 facadas com a ajuda de Maria Priscilla, sua então namorada. Os três moravam em Maracanaú.


O casal fugiu após o crime, mas acabou capturado um mês depois do crime na casa de familiares de Maria Priscila, no município de Cedro.


Conforme os autos, Cleoson teria planejado o crime após uma discussão banal com Beatriz. Os dois mantiveram relacionamento conturbado. O rapaz já tinha agredido a vítima com uma faca, o que motivou a concessão de uma medida protetiva na Lei Maria da Penha expedida pela Justiça a pedido dos pais de Beatriz para que Cleoson não pudesse se aproximar da adolescente.


Cleoson ficou conhecido como "Ninja Nu" após aparecer em vídeos completamente nu, fazendo manobras, de pé, em uma motocicleta, em Maracanaú. Ele havia servido à Marinha por quatro meses, mas dizia ter sido dispensado por apresentar problemas psiquiátricos.


Conforme o titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Itaitinga, Luís Bezerra Lima Neto, Cleoson passou por perícia judicial no curso do processo para averiguar sua sanidade mental.


"O exame apontou que o acusado é inteiramente capaz de entender a gravidade de seus atos. Cleoson foi diagnosticado com transtorno antissocial de personalidade, indicando que ele é psicopata. Este é um sinal claro de que ele deve ser retirado do convívio com a sociedade", explicou o promotor de Justiça.

TAGS