PUBLICIDADE
Notícias

Túnel é localizado na CPPL I, mas Sejus não confirma fugas

A fuga ocorreu durante a madrugada e cerca de 40 presos podem ter escapado, segundo o presidente do Sindasp. Sejus ainda não confirma que presos escaparam

12:32 | 23/05/2016

Atualizada às 13h50min

Um túnel foi encontrado em cela do pavilhão 2, na madrugada desta segunda-feira, 23, na Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Luciano Andrade Lima (CPPL I), em Itaitinga, a 27 km de Fortaleza. No local, teria sido registrada uma fuga em massa, conforme a Polícia Militar. A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) informou que ainda não há confirmação de fugas.

Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará (Sindasp), Valdemiro Barbosa, a fuga ocorreu durante a madrugada e cerca de 40 presos podem ter escapado. A contagem dos presos vai ser feita nesta tarde.

Mesmo após o fim da greve dos agentes penitenciários, o clima de instabilidade continuou nas unidades prisionais do Estado. A Sejus informou que o número total de mortos durante o sábado e o domingo deve ser divulgado ainda nesta segunda.

[SAIBAMAIS 3] A visitação nas CPPLs II, III e IV, foi suspensa neste domingo, 22. O governador Camilo Santana (PT) informou, em sua página pessoal no Facebook, que solicitou apoio da Força Nacional de Segurança para estabilizar as rebeliões nos presídios cearenses.

Na manhã de domingo, 22, morreram na unidade conhecida como Carrapichoa os seguintes detentos: Morreram no local Roberto Bruno Agostinho da Silva, 23 anos, preso por homicídio; Rian Pereira Paz, 33, que respondia por tráfico de drogas; e Daniel de Sousa Oliveira, 22, que respondia por homicídio e latrocínio.

Um preso que estava na Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Elias Alves da Silva (CPPL IV) descreveu um cenário de destruição na unidade. Ele relatou falta de luz, água e comida. Também criticou a superlotação nas celas, com presos acometidos por várias doenças de pele e tuberculose.

De acordo com a Sejus, existe torre que garante fornecimento de eletricidade no local, a comida está sendo entregue e não há problema no abastecimento de água. 

Redação O POVO Online
TAGS