PUBLICIDADE
Notícias

Tentativa de resgate de presos na CPPL IV termina com quadrilha presa e metralhadora apreendida

Após o tiroteio em frente ao presídio, os policiais montaram operação e prenderam seis pessoas.

17:25 | 17/01/2016
NULL
NULL

Dez homens tentaram resgatar detentos da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL IV), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), houve tiroteio e uma operação na manhã deste domingo, 17, que acabou na prisão de seis pessoas. As informações foram repassadas pelo comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar (BPM), coronel Cláudio Mendonça. A tentativa de resgate aconteceu por volta das 2 horas da madrugada.

Segundo o comandante, o grupo, que estava em um automóvel Punto e em um Corolla, chegou atirando contra os agentes penitenciários e houve confronto do lado de fora do presídio. Em seguida, policiais militares de Itaitinga, Guaiuba e Pacatuba seguiram para dar apoio na ação.

Segundo o delegado plantonista da Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DMM), Carlos Teófilo, o motorista do Punto havia deixado quatro suspeitos em um sítio localizado no município de Horizonte e voltava para Itaitinga no intuito de buscar o restante da quadrilha, quando foi abordado pelos policiais militares.  Os PMs seguiram parao sítio e os quatro suspeitos foram presos. 

[FOTO2] A PM seguiu dentro do veículo com o motorista. Conforme o delegado, o motorista recebeu uma ligação do restante da quadrilha pedindo para buscá-los em um matagal. Conforme o delegado, a PM seguiu no punto e encontrou mais quatro suspeitos, armados de metralhadora e espingarda calibre 12.

De acordo com o delegado, os suspeitos perceberam que eram policiais dentro do Punto, os militares foram recebidos a bala e, por pouco, não foram atingidos. Um dos suspeitos foi baleado na perna e se rendeu entregando a metralhadora, o restante fugiu e abandonou a espingarda. 

Todo o material foi encaminhado à Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DMC). Foram presos Leandro Wykleff da Silva, de 25 anos, Marleison Eudes Matos dos Santos, 21, José Italo Ferreira Lima, 24, José Augusto Erick dos Santos, 19, Miqueas Ângelo Gomes e Antônio Santiago Vieira Barros, 22 anos.  O grupo foi autuado por tentativa de resgate de presos, porte ilegal de arma de uso restrito e tentativa de homicídio contra os policiais.

 

 

TAGS