PUBLICIDADE
Notícias

Visitantes de unidade penitenciária de Itaitinga serão revistados por body scanner

O body scanner é um aparelho que emite feixes de raio X capazes de fazer uma inspeção dentro do corpo humano. Esta é a quarta grande unidade prisional do Estado a receber o equipamento

17:19 | 25/07/2014

No próximo domingo, 27, a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) começa a operar as vistorias com o equipamento body scanner na Casa de Privação Provisória de Liberdade II, no município de Itaitinga. O body scanner é um aparelho que emite feixes de raio X capazes de fazer uma inspeção dentro do corpo humano.

 Esta unidade é a quarta a receber o aparelho implantando a chamada revista eletrônica no acesso às unidades prisionais. Desde junho deste ano, a Sejus está implantando os equipamentos em sete grandes unidades da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

 Já estão funcionando os body scanneres no Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira (IPPOO II) e na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Jucá Neto (CPPL III), ambos em Itaitinga. Além deles, a Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, também já está instalado o aparelho. Serão instalados os equipamentos na CPPL IV, das unidades penais Itaitinga I e de Caucaia.

 O tempo médio de vistorias, com os body scanneres, será reduzido de 12 minutos para 10 segundos. O equipamento permite identificar objetos ilícitos que possam ser colocados nas roupas ou no corpo das visitas, como armas, drogas, aparelho celular e chips de telefone.

 O objetivo da implantação do aparelho é substituir gradualmente as revistas íntimas, permitindo a continuidade de procedimentos de segurança nas unidades penitenciárias.

Redação O POVO Online

TAGS