PUBLICIDADE
Noticia

Polícia captura seis pessoas durante cumprimento de mandados em Iguatu

As detenções ocorreram ao longo de todo o sábado, 26. Na ação, um jovem de 20 anos foi preso por latrocínio, quatro adolescentes apreendidos e um adulto, de 19 anos, também foi detido por um ato infracional cometido quando adolescente

18:10 | 27/06/2021
Operação em Iguatu capturou seis suspeitos de crimes no município (Foto: Foto: Polícia Militar)
Operação em Iguatu capturou seis suspeitos de crimes no município (Foto: Foto: Polícia Militar)

Seis pessoas foram detidas em uma operação das polícias Civil e Militar, durante a "Operação Coleta", deflagrada na manhã desse sábado, 26, na cidade de Iguatu, a 361,4 quilômetros de Fortaleza. Na ação, foi cumprido um mandado de prisão preventiva contra José Tailson Ramos Soares, 20, indiciado por latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Quatro adolescentes foram apreendidos: um de 15 e outro de 17 anos, por atos infracionais análogos a crimes de tentativa de homicídio e disparo de arma de fogo ao Centro de Semiliberdade de Iguatu, respectivamente. Outro adolescente de 17 anos também foi apreendido por um ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. Por último, as equipes apreenderam um suspeito de 16 anos por um ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas. De acordo com as investigações, eles são suspeitos de envolvimento em outros atos infracionais na região.

LEIA MAIS | Mulher é presa suspeita de tortura, tráfico e associação criminosa em Iguatu

Um quinto suspeito, de 19 anos, também foi capturado. Ele cometeu um ato infracional quando adolescente análogo ao crime de estupro de vulnerável. Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), os atos infracionais podem ser respondidos até os 21 anos.

Participaram da ofensiva 50 profissionais de segurança, entre policiais civis e militares lotados na Delegacia Municipal e na Delegacia Regional de Iguatu da Polícia Civil, no Comando Tático Rural (Cotar) e no Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar, em dez viaturas. As equipes deram suas contribuições para cumprir às ordens judiciais e detectar possíveis situações em flagrante.