PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Ex-namorado é preso por encomendar morte de jovem em Iguatu; três meninas foram sequestradas

A pessoa contratada para o crime desistiu de cometer o homicídio, mas estuprou duas das moças, de 14 e 16 anos. As três faziam caminhada quando foram sequestradas

Matheus Facundo
19:09 | 08/07/2020
As três jovens foram encontradas na manhã desta quarta-feira, 8, a 15 quilômetros de onde foram sequestradas (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Iguatu)
As três jovens foram encontradas na manhã desta quarta-feira, 8, a 15 quilômetros de onde foram sequestradas (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Iguatu)

Homem foi preso na tarde desta quarta-feira, 8, por mandar sequestrar e matar a ex-namorada, de acordo com investigações da Polícia Civil de Iguatu, município da região centro-sul do Ceará. A jovem de 19 anos foi sequestrada junto à irmã de 14 anos e a prima de 16 nessa terça-feira, 7, enquanto faziam caminhada. A pessoa contratada para o crime, que segue foragida, desistiu de cometer o homicídio e, segundo depoimentos das vítimas, estuprou as duas adolescentes.

As três realizavam caminhada no distrito de Sítios Grossos, em Iguatu, por volta das 19 horas de terça quando foram abordadas, já perto das próprias casas, por um homem armado. Durante a ação, ele acabou efetuando disparos de arma de fogo para ameaçar as meninas e as levou para dentro de uma área de mata fechada. Uma moto que seria roubada foi encontrada no local do sequestro.

"Ele ficou em cárcere com as jovens durante a noite e a madrugada e estuprou as menores de idade. O homem alegou que ia matar a mais velha a mando do ex-companheiro dela. Mas, durante o cativeiro, ele disse ficou com pena de matar a jovem porque ela parecia com uma irmã dele", afirma o titular da Delegacia Regional de Iguatu, Marcos Sandro. O delegado comentou ainda que homem chegou a dizer que pediria recompensa de R$ 5 mil para soltar as vítimas.

Após cerco montado para a realização das buscas por 18 viaturas da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Ceará (PCCE), duas equipes do Corpo de Bombeiros de Iguatu e familiares das vítimas, o suspeito teria abandonado as garotas na localidade de Sítio Caboclo, distante cerca 15 quilômetros do local do sequestro, conforme o delegado.

As jovens só foram encontradas na manhã desta quarta-feira, 8, após conseguirem contato com populares da região, que acionaram os agentes de segurança. De acordo com o tenente-coronel Nijair Araújo, do Corpo de Bombeiros de Iguatu, elas estavam com escoriações e cortes nos joelhos e nos pés e "com sinal de sofrimento físico". A área onde as garotas foram deixadas é de mata fechada e de difícil visibilidade.

Elas foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) para realização do exame corpo de delito e, segundo o delegado Marcos Sandro, as duas menores de idade vítimas de estupro terão coquetel de remédios administrado no hospital para a prevenção de infecções sexualmente transmissíveis.

Mandante do crime

De acordo com o delegado Marcos Sandro, o ex-namorado da jovem de 19 anos, Antônio Wendson Alves Freires, 20, conhecido como Pirulito, chegou a procurar voluntariamente a delegacia ainda na noite da terça para negar sua participação no crime. Mas, após o depoimento das vítimas e mais de 30 oitivas conduzidas pela Polícia nesta quarta-feira, ele foi preso. Ele será indiciado por sequestro e cárcere privado qualificado. 

O homem não teria aceitado o fim do relacionamento. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Pirulito possui antecedentes por uso de drogas. As investigações sobre o caso e as diligências para a captura do autor do sequestro e dos estupros seguem a cargo da Delegacia Regional de Iguatu.