PUBLICIDADE
Notícias

Composição da Guarda Municipal sofre atentado no Eusébio

É o terceiro ataque contra o guardas municipais no Ceará, em sete dias

11:01 | 21/07/2016

Uma composição da Guarda Municipal do Eusébio sofreu um atentado na noite desta quarta-feira, 20, no bairro Mangabeira. É o terceiro ataque contra o guardas municipais no Ceará, em sete dias. Nos últimos dias 14 e 16 deste mês, a sede da Guarda Municipal de Fortaleza, no bairro Rodolfo Teófilo, foi alvo de ações criminosas.

O mais recente atentado ocorreu durante patrulhamento de uma equipe da Guarda no bairro Mangabeira. A composição foi surpreendida e recebida a bala na região, por um grupo de criminosos. Os guardas municipais conseguiram escapar ilesos do atentado e pediram apoio de outros guardas e da Polícia Militar (PM). Ninguém foi preso até o momento.
[SAIBAMAIS2]
Conforme o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais (Sindiguardas), Jamal Forte, a categoria está apreensiva com a onda de violência no Estado. "É o terceiro ataque neste mês contra guardas municipais. Toda a Guarda está receosa. São alvos fáceis. Os guardas estão de sobreaviso para que não sejam as próximas vítimas", disse Jamal.

Diretores do Sindiguardas se reuniriam nesta manhã com o secretário de segurança do Eusébio, Lauro Leite, segundo Jamal Forte. O POVO Online ligou para o secretário, mas as ligações não foram atendidas.

 
Prisões
Nas últimas semanas, as Polícias Civil e Militar prenderam 14 pessoas envolvidas em ataques registrados no Estado. As prisões mais recentes ocorreram na madrugada desta quarta-feira, 20. Uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) prendeu quatro homens em Caucaia. Outros dois suspeitos foram presos quando planejavam um ataque a uma viatura policial do Eusébio.

Na última segunda-feira, 18, cinco pessoas acabaram presas no bairro Meireles, quando se preparavam para atacar uma série de ônibus. Na semana passada, dois homens e um adolescente foram detidos. De acordo com a Secretaria de Segurança do Ceará, 30 pessoas ligadas aos incidentes foram identificadas.

Redação O POVO Online

TAGS