PUBLICIDADE
Notícias

Prefeito de Cedro mantém responsabilidade de escola para moradores

Em entrevista concedida ao O POVO Online, prefeito fala sobre os investimentos na área da Educação e explica denúncia de abandono de escola municipal

17:20 | 03/02/2016
NULL
NULL
"A gente precisa que a comunidade faça sua parte", disse o prefeito de Cedro, Francisco Nilson Diniz (PSB), sobre a denúncia de escola abandonada feita pelo O POVO Online na última sexta-feira, 29.
 
A situação da Escola E.M.I.A. Barnabé José Vieira, localizada na zona rural do município, a 408,1 km de Fortaleza, não reflete os investimentos realizados na área da Educação nos últimos três anos. O prefeito defende que o caso é isolado.
 
O aparente abandono se dá, em primeiro lugar, pela nucleação ocorrida em 2014. Segundo a resolução nº 0396/2005, do Conselho de Educação do Ceará, a "reorganização do parque escolar público" redistribui as escolas de acordo com a necessidade da população local. Apenas 12 alunos estavam matriculados à época da mudança, estudando em salas de aula multiseriadadas com creche, pré-escola e primeiro ano.
 
O prefeito atribui a pequena adesão de alunos à migração das pessoas da zona rural para o Centro ou para a Capital. Segundo ele, a taxa de natalidade também é cada vez menor (2.0). "Ocorre que em várias escolas da zona rural há uma quantidade pequena de alunos. Não é viável ter três professores para ensinar 12 crianças".  
 
[SAIBAMAIS1]Após a retirada dos alunos da instituição, o imóvel ficou sob responsabilidade da Associação de Moradores do município. A secretária da Educação, Francisca Esmeraldina Bezerra, afirmou que as chaves do prédio foram entregues para representantes da comunidade para uso de reuniões dos membros da Associação e da Igreja para aulas de catequese. 
 
Sobre a falta de zelo ao prédio, o prefeito afirmou que não há como o poder público verificar a atuação dos moradores. "Utilizar espaço físico é benefício da comunidade. Se eles não estão cumprindo com as responsabilidades, nós vamos discutir com a Associação o papel deles lá dentro", indicou.
 
"O município tinha algumas necessidades estruturais para serem resolvidas quando entrei. No primeiro ano, fizemos aquisição de 11 ônibus escolares novos". Até 2014, os alunos eram transportados em veículos pau-de-arara. 
 
Dentre as melhorias na área da Educação estão a Jornada Pedagógica, capacitação de merendeiras e motoristas, aquisição de livros novos para os alunos que anteriormente estudavam apenas com cópias e a inclusão de crianças com necessidades especiais nas escolas tradicionais. O último item vem acompanhado da contratação, por concurso público, de professores especialistas formados nas áreas de ensino.
 
O prefeito lembra ainda que apesar das cadeiras antigas na escola enucleada, o mobiliário foi todo renovado. "As novas carteiras foram encaminhadas para todas as escolas do município. Não há sentido em colocar cadeiras novas na escola (E.M.I.A. Barnabé José Vieira) se não há alunos".
TAGS