Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Incêndios são registrados em Caucaia na manhã deste domingo

Equipes do Corpo de Bombeiros atuam no Parque Leblon e Garrote para controlar o fogo
15:18 | Ago. 22, 2021
Autor Carlos Viana
Foto do autor
Carlos Viana Assistente Núcleo Opinião
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Dois incêndios em áreas de vegetação foram registrados na manhã deste domingo, 22, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Um deles aconteceu no Parque Leblon, próximo à praia de Iparana. O outro foi registrado no Garrote.

De acordo com o tenente Dutra, do Corpo de Bombeiros, esse período do ano é propício para focos de incêndio. “Estamos vivendo um fenômeno conhecido como ’30, 30, 30’, quando temos temperatura acima de 30 graus, ventos acima de 30 km por hora e umidade do ar abaixo de 30%, o que acaba facilitando o alastramento de focos de incêndio,” explica. Até o fechamento da matéria, quatro guarnições do Corpo de Bombeiros, sendo duas de Fortaleza e duas de Caucaia, atuavam nos locais para debelar os incêndios.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com Dutra, a situação do incêndio no Parque Leblon será solucionada rapidamente. “Já no caso do incêndio registrado no Garrote, a situação se complica, porque o fogo está em uma área de vegetação extensa, de difícil acesso, e as equipes estão tendo dificuldade para chegar no local,” avaliou. No Ceará são registrados cerca de 6 mil incêndios por ano e a maioria está relacionada a ação humana. “Muitas pessoas acabam ateando fogo no lixo, o que é crime, e muitas vezes esses pequenos focos de incêndio podem se alastrar causando muitos danos, como perda de vidas e materiais,” enfatiza.

Para evitar que pequenos focos de fogo se transformem em grandes incêndios, a recomendação é debelar o fogo o quanto antes, além de evitar que o fogo atinja objetos que podem dar maior combustão como sacos de lixo. “Muita gente joga um cigarro no mato sem apaga-lo devidamente. Esse fogo pode ir queimando o mato de forma rasteira e ganhar força se encontrar no caminho algo que o alimente. Por isso, se as pessoas, ao notarem focos de incêndio, puderem isolar o fogo ou até mesmo apagá-lo, estará nos ajudando bastante,” finaliza o profissional.

Outra recomendação para evitar a criação de incêndios é apagar o fogo corretamente quando forem realizados acampamentos ou excursões no mato. Para os motoristas, é recomendado que dirijam com menor velocidade quando tiver fumaça na estrada, porque a visibilidade diminui bastante. Além disso, é aconselhável fechar os vidros do veículo e ligar a ventilação.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar