PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Mãe e filha foram executadas porque haviam se mudado de bairro dominado por facção rival

As duas mulheres se mudaram do bairro Vicente Pinzon e não foram aceitas pelos faccionados na cidade de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Mãe e filha foram executadas com mais de 20 tiros

Jéssika Sisnando
17:51 | 12/01/2021

Mãe e filha, as duas mulheres executadas com mais de 20 tiros em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) foram alvo de facção criminosa após se mudarem do bairro Vicente Pinzon, em Fortaleza, para Sítios Novos. As mortes aconteceram na madrugada da segunda-feira, 11. 

Os criminosos não teriam aceitado o fato de que as vítimas se mudaram do bairro, que seria de predominância de integrantes da Guardiões do Estado (GDE). No local para onde se mudaram, em Sítios Novos, Caucaia, a predominância seria do Comando Vermelho (CV).

Na mesma rua onde aconteceu o crime existem casas abandonadas. As pessoas preferem não comentar o que houve, mas algumas testemunhas escutaram quando os executores saíram após o crime gritando "tudo dois", gíria que faz alusão ao Comando Vermelho (CV). Alexandra Marques da Silva e Laurice Gonçalves da Silva, filha e mãe, respectivamente, não possuíam antecedentes criminais. 

Um dos criminosos que participaram do duplo-homicídio foi identificado e teria mandado em aberto. Ele seria responsável por outro duplo homicídio no ano de 2019, que vitimou a mãe e um filho.

LEIA MAIS: 

Apontado como chefe do Comando Vermelho na RMF é solto em audiência de custódia

Substituto na chefia de núcleo do CV da Caucaia está foragido após obter habeas corpus