PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Grupo de facionados que invadiu casas e feriu esposa de PM é especializado em roubo de residências

Criminosos fazem parte da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) e haviam invadido o aglomerado de casas no dia 23 de dezembro. Neste sábado, 2, voltaram para roubar no mesmo local e balearam a esposa de um policial. Dois homens que estavam no grupo foram mortos

Jéssika Sisnando
21:16 | 03/01/2021
Grupo criminoso é integrante da facção criminosa Guardiões do Estado  (Foto: via Whatsapp O POVO )
Grupo criminoso é integrante da facção criminosa Guardiões do Estado (Foto: via Whatsapp O POVO )

O grupo de aproximadamente oito pessoas que invadiu um aglomerado de casas na localidade de São Miguel do Cipó, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), faz parte da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE). Os criminosos tentaram fazer um arrastão na residência de familiares de um policial militar. A esposa do agente de segurança foi baleada na ação e o PM reagiu à ação e atingiu dois dos homens, que morreram. Caso registrado por volta das 21h15min do sábado, 2.

Conforme O POVO apurou, no dia 23 de dezembro, o mesmo grupo invadiu o mesmo aglomerado de aproximadamente 30 casas e roubou televisores, celulares e computadores dos moradores. Os assaltantes têm se especializado em roubo de residências e usam o matagal para surpreender as famílias e também para a fuga.

Neste sábado, 2, quando os assaltantes voltaram a atacar no aglomerado de casas, o policial percebeu a ação. Ele se abrigou na residência da família e, durante o confronto, teve a esposa baleada. Ela foi encaminhada ao hospital com estilhaços na perna, em seguida recebeu atendimento e alta. As informações são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

Eram aproximadamente oito criminosos e, após o confronto, seis fugiram. Eles usaram um carro de apoio. Um revólver calibre 38 e uma espingarda artesanal calibre 12 foram apreendidos. Fora os dois homens que foram mortos, a Polícia Militar identificou mais um dos suspeitos de integrar o grupo. As equipes do 12º Batalhão da Polícia Militar, em Caucaia, realizam diligências. O policial que foi vítima da invasão de domicílio e tentativa de roubo não foi ferido durante o confronto.

O comandante geral da Polícia Militar do Ceará, coronel Márcio Oliveira, destacou que o PM agiu em ação legítima, legal e necessária. "Estava em casa com a família, a casa é invadida por vários bandidos armados, ele em uma ação legítima, legal e necessária reagiu, esposa sai lesionada e dois bandidos morreram", comentou.

LEIA MAIS | Polícia Militar realiza mapeamento de facionados homicidas na Caucaia

+ Motorista de app queimado em Caucaia morre após duas semanas do ataque