PUBLICIDADE
Ceará
Segurança

Equipes da PRF de Pernambuco reforçam monitoramento aéreo na Região Metropolitana

Seis equipes táticas da PRF monitoram áreas críticas da Região Metropolitana de Fortaleza

16:53 | 10/01/2019
Em primeiro plano, estrutura danificada na BR-020. Em segundo plano, helicóptero da PRF de Pernambuco levanta voo na BR.
Equipe da PRF de Pernambuco reforça monitoramento aéreo na Região Metropolitana (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Ceará conta com apoio de duas equipes da PRF de Pernambuco na operação de monitoramento aéreo da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Ao todo, seis equipes táticas do órgão  fazem o trabalho em municípios como Caucaia, Maracanaú e Chorozinho. O foco são localidades com recorrência de ataques criminosos.

Acompanhe a cobertura sobre a onda de ataques no Ceará

"Estamos procurando saturar ao máximo os pontos que consideramos como críticos e manter o policiamento agindo com patrulhamento de viaturas, cada uma com quatro policiais", explica o superintendente da PRF-CE, Marcos Sena. "Nosso objetivo é atingir o maior raio possível e fazer o combate aos crimonosos".  

"As equipes (de Pernambuco) vêm nos ajudando nessa agilidade das informações e também no intuito de percorrer e salvaguardar alguma situação que venha a ocorrer", continua o superintendente da PRF. "As equipes se comunicam com as viaturas e passam realatórios da área, ajudando a averiguar a região com mais facilidade". Reforço nacional fica no Estado por pelo menos 30 dias.

A reportagem acompanhou a equipe diurna em uma simulação de monitoramento na região, em um sobrevoo na área onde ocorreu o atentado do viaduto da BR-020, em Caucaia, no último dia 3. Veja imagens aéreas na galeria abaixo.

O viaduto está interditado desde o ataque crimonoso no município, um dos primeiros da onda de violência que já dura oito dias. A fiscalização e suspensão do fluxo na área permenecem até a recuperação da via.

O POVO Online
questionou ao Departamento Nacional de Inraestrutura de Trasnportes (Dnit) sobre a previsão de início da obra, mas não houve retorno até a publicação desta matéria. A Defesa Civil de Caucaia solicitou ao Dnit a recuperação da estrutura "em tempo hábil". A estrutura conta com escoramento preventivo, implantado no último dia 4.

Clique na imagem para abrir a galeria (Foto: Evilázio Bezerra/ O POVO)
Equipes da PRF de Pernambuco reforçam monitoramento aéreo na RMF

RUBENS RODRIGUES