Caucaia terá mais de R$ 250 milhões em requalificação urbana financiados pela CAF
PUBLICIDADE
Notícias


Caucaia terá mais de R$ 250 milhões em requalificação urbana financiados pela CAF

Locais que devem receber obras serão visitas pelo prefeito Naumi Amorim, equipe municipal e executivos do Banco de Desenvolvimento da América Latina

10:27 | 27/02/2018
Ações do Programa de Infraestrutura Integrada de Caucaia passaram a ser avaliadas a partir desta segunda-feira, 26. A iniciativa surge após financiamento aprovado pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) no valor de US$ 80 milhões - cerca de R$ 250 milhões, segundo cotação desta segunda.

Serão requalificadas vias e áreas urbanizadas, por onde passam transporte público, na sede do município e em Jurema. Vias estruturantes também serão implantadas. Os dois locais somam quase 300 mil pessoas. Ao todo, Caucaia tem 360 mil habitantes. 

Caucaia também receberá viadutos, pontes e passagens de nível, além de um sistema de videomonitoramento para locais públicos. Novas praças serão construídas e ecopontos instalados em diferentes localidades.

"Esse dinheiro é fundamental para tocarmos projetos e darmos a Caucaia estruturas do porte dela. Todo o apoio que a missão precisar para acessar locais e informações vai ter", diz o prefeito Naumi Amorim (PMB). 

Naumi, técnicos e secretários do município e executivos do CAF terão reuniões para avaliar os projetos e visitarão locais que receberão as obras. Os executivos conhecerão atividades ambientais, sociais, viárias, de mobilidade, de logística, de telecomunicações, de desenvolvimento social e de transformação produtiva. 

"Caucaia tem um potencial enorme que não estava sendo aproveitado. Nós fomos ousados e apresentamos um programa que mudará a realidade de muita gente", afirma a secretária municipal de Governo e Articulação Política, primeira-dama Erika Amorim.

"A vinda da missão da CAF é essencial para eles verem como diversas regiões do município serão beneficiadas com as obras. Nós estamos falando de um feito que será histórico para nossa cidade", sintetiza o secretário municipal de Infraestrutura, Kleber Correia Lima Filho.

A concessão do empréstimo será agendada depois da visita dos executivos do Banco de Desenvolvimento da América Latina, com a assinatura do contrato. Licitações para as obras, que devem começar ainda este ano, serão realizadas em seguida.

O prazo para conclusão do Programa de Infraestrutura Integrada é de quatro anos, com 16 anos para pagar o financiamento. 
 
Redação O POVO Online

TAGS