PUBLICIDADE
Notícias

Três pessoas morrem em espaço de preservação ambiental em Caucaia

Acidente ocorreu na tarde desta quinta-feira, 19

19:10 | 19/10/2017
NULL
NULL
Atualizado em 20/10/2017, às 15h30min
 
[FOTO1]
Três pessoas morreram em acidente de trabalho no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, na tarde desta quinta-feira, 19. De acordo com a Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis), o acidente ocorreu nas dependências do Centro de Reabilitação de Mamíferos Marinhos em Iparana. O espaço é cedido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc).

A ONG afirma em nota que o caso aconteceu em um procedimento de manutenção na casa de filtros da organização. Três homens morreram no local. A Aquasis, que atua na área de proteção de animais em extinção, "lamenta e enfrenta neste momento grande pesar após o incidente". 

Conforme O POVO Online apurou com membros da Aquasis, os irmãos Raimundo Martins da Silva, 37 anos,  Guilherme da Silva Martins, 24, e Marcelo da Silva Andrade, 27, morreram após inalar gás tóxico. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) informou que as vítimas foram encaminhadas para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel).

"Neste momento, estamos dando toda a atenção e suporte às famílias das vítimas, bem como adotando todas as providências legais e necessárias para minimizar a dor desse momento de perda, assim como as autoridades competentes", conclui a nota. 
 
Em nota oficial, o Sesc afirma que o acidente ocorreu nas dependências da Aquasis e que não há nenhum funcionário do Sesc envolvido. "Sendo toda a operacionalização do espaço cedido de absoluta responsabilidade da Fundação, não é permitida ao Sesc qualquer gestão, seja de pessoal, técnica ou relativa ao próprio funcionamento do Centro de Reabilitação de Mamíferos Marinhos", diz o texto.

"Informa ainda que as responsabilidades estão sendo apuradas pelas autoridades competentes e disponibiliza todas as condições necessárias para o esclarecimento dos fatos e para minimizar esse momento de pesar", conclui. 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, por meio de nota, que equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local e realizaram os primeiros trabalhos de apuração. O inquérito policial foi instaurado pela DHPP e encaminhado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia.
O Núcleo de Perícias em Engenharia Legal e Meio Ambiente, da Pefoce, também esteve no local. "As informações iniciais apontam que as vítimas trabalhavam em um tanque de tratamento de água quando ocorreu o fato", diz a nota. "Os laudos de exame do local e das vítimas deverão ficar prontos em dez dias, podendo ser prorrogado caso necessário, e serão encaminhadas para a delegacia responsável pelas investigações".   
 
Redação O POVO Online
TAGS