PUBLICIDADE
Notícias

Polícia prende suspeitos pela morte de vigilante de escola

O homicídio ocorreu nesta manhã na Escola de Ensino Fundamental e Médio Indígena Marcelino Alves de Matos, na comunidade Tapeba, em Caucaia

19:41 | 03/02/2016

Foram presos na tarde desta quarta-feira, 3, um homem e uma mulher suspeitos de assassinar o vigilante da Escola de Ensino Fundamental e Médio Indígena Marcelino Alves de Matos, José Carlos Ferreira de Almeida, 34, na comunidade Tapeba, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O homicídio ocorreu nesta manhã na unidade educacional. Após os dois anunciarem o assalto, o vigilante teria reagido e morto com tiros na cabeça, além disso, a dupla roubou a arma do homem.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Lucas Marizete de Souza Azevedo, 20, o “Lukinha” e Juliana de Azevedo Silva, 23, foram apreendidos na Área Integrada de Segurança 7 (AIS VII), em Caucaia, após diligências da Polícia Militar.

A dupla foi presa em menos de seis horas após o crime. “Lukinha”, que responde por furto, foi capturado em um matagal próximo a BR 020, na Caucaia. Ele confessou o crime e relatou a participação de mais uma pessoa.

De acordo com a SSPDS, diante do relato, os policiais continuaram em diligência e capturaram Juliana, que não possui responde por nenhum crime.

À procura de mais informações sobre o crime, A Polícia Civil continua investigando e fazendo diligências em busca de mais envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte) do vigilante.

                                                                                       Redação O POVO Online

TAGS