PUBLICIDADE
Noticia

Cascavel recebe primeira UPA após dez anos de espera

A Unidade de Pronto Atendimento Irmã Silveira chega com 15 leitos, sendo seis para adultos, cinco para crianças, três de estabilização e um de isolamento

Lucas de Paula
17:42 | 20/04/2020
UPA chega já pronta para receber casos suspeitos de coronavírus (Foto: Divulgação / Prefeitura de Cascavel)
UPA chega já pronta para receber casos suspeitos de coronavírus (Foto: Divulgação / Prefeitura de Cascavel)

Cascavel irá receber nessa terça-feira, 21, a primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, que já inicia as atividades pronta para receber pacientes infectados pelo novo coronavírus. Ainda nesta segunda-feira, 20, ocorrerá às 19 horas transmissão ao vivo no Facebook e Instagram da Prefeitura de Cascavel para entrega do equipamento, que chega após dez anos de espera.

Conforme informações da Prefeitura, a UPA Irmã Silveira contará com 15 leitos, sendo seis para adultos, cinco para crianças, três de estabilização e um de isolamento. Há, ainda, sete ventiladores pulmonares, dois cardioversores e três eletrocardiógrafos; uma sala para medicação adulto com oito poltronas. Além disso, há sala para medicação infantil com quatro poltronas e um berço; sala de procedimentos; serviços de raio-x, de laboratório e de farmácia funcionando 24 horas; sala de classificação de risco; e três consultórios. Ao todo são previstos 225 atendimentos diários.

Ao O POVO o prefeito Tiago Ribeiro (PPS) afirmou que a pandemia do novo coronavírus não teve influência no prazo de entrega da unidade, que já estava prevista para abril deste ano. "Quando assumimos a administração municipal de Cascavel, em maio de 2019, as obras da UPA já estavam paradas há muito tempo. Desde o começo esse foi um dos nossos focos: colocar a UPA para servir ao povo de Cascavel. Em nossos cronogramas, já tínhamos a ideia de inaugurar entre março e abril de 2020", afirma.

Apesar disso, assume que o regime de calamidade ocasionado pela pandemia acelerou alguns trâmites burocráticos, impedindo atrasos de qualquer natureza. Ainda segundo o prefeito, a estrutura anterior ainda era a mesma de três décadas atrás. "A estrutura que atendia anteriormente a população era a mesma de 30 anos atrás, quando a população era consideravelmente menor. A UPA vem atender com qualidade as pessoas de Cascavel que precisarem de urgência e emergência", pontua.

Já são dois casos confirmados e 50 suspeitos de coronavírus em Cascavel até este domingo, 19. Até agora nenhuma morte foi registrada. Já no Estado são 3.487 casos confirmados e 206 mortes, de acordo com informações do Boletim Epidemiológico disponibilizados na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa), atualizados às 17 horas desta segunda-feira.

Já no Brasil, foram 383 mortes apenas nas últimas 24 horas, recorde absoluto de mortalidade. Com isso, o País soma 2.845 óbitos decorrentes da doença, além de 40.581 confirmações, de acordo com dados do Ministério da Saúdo, divulgados às 17 horas desta segunda-feira.