PUBLICIDADE
Ceará
Prefeito Padre Pedro

Prefeito de Beberibe obtém liminar e cassação deve ser votada na próxima segunda-feira

A votação, que deveria ocorrer na noite desta quinta-feira, 6, na Câmara Municipal de Beberibe, não foi realizada na sessão pois o prefeito obteve uma liminar, que adiou a votação para a próxima segunda-feira, 10

21:23 | 06/12/2018
Imagens registraram a presença da população na área externa da Câmara Municipal na noite desta quinta-feira, 6, quando deveria ser votada a cassação (Foto: Via WhatsApp O POVO)

O processo de votação da cassação do prefeito Padre Pedro, do município de Beberibe, foi adiado. A votação, que deveria ocorrer na noite desta quinta-feira, 6, na Câmara Municipal de Beberibe, não foi realizada na sessão pois o prefeito obteve uma liminar, que adiou a votação para a próxima segunda-feira, 10.

O pedido de cassação do prefeito foi protocolado em agosto de 2018 por uma funcionária pública diante de indícios de desmandos administrativos, além de meses de atraso no pagamento de servidores.

A votação da Câmara precisa do voto de nove dos 13 vereadores para cassar o mandato de Padre Pedro. O vice-prefeito, Tharsio Facó, assumiria a prefeitura nesse caso.

Em sessão iniciada às 18 horas desta quinta-feira, 6, a matéria da cassação não pôde ser votada, graças a liminar obtida pelo prefeito. A votação deve ocorrer na próxima segunda-feira, 10.

Durante a votação, imagens registraram a presença da população na área externa da Câmara Municipal. Informações dão conta que seis viaturas da Polícia Militar e uma da Polícia Civil estavam no local.

IZADORA PAULA