Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

SSPDS atua para aproximar Polícia e comerciantes locais em Aquiraz

Moradores têm sofrido com extorsões e ameças de criminosos na região
17:10 | Set. 24, 2021
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Agentes de segurança dialogaram com moradores do bairro Camará, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), para estabelecer relações de confiança com a comunidade, nessa quinta-feira, 23. A ação faz parte de uma atuação estratégica da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e criar proximidade entre Polícia e comerciantes. Iniciativa foi realizada depois que os comerciantes amanheceram e portas fechadas devido extorsões e ameaças de facções criminosas.

De acordo com a Polícia Militar do Ceará, as diligências foram concentradas em imóveis comerciais, mas ao longo do dia, os policiais conversaram com os moradores. São PMs treinados com habilidades para relação com a população. As informações foram divulgadas pelo major Messias Mendes, do Batalhão de Policiamento de Prevenção Especializada da PMCE (BPEsp), responsável pelo Grupo de Apoio às Vítimas de Violência (GAVV). A base da Polícia Militar, que está no bairro Camará, deverá ficar 24 horas na região.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Há comerciantes que moram no lugar há mais de dez anos e tiram o sustento das vendas. A informação apurada pelo O POVO é que o valor cobrado pelas facções é tão alto que, sem condições financeiras para realizar o pagamento, levou proprietários à falência. Mercantis e lotéricas da região permaneceram sem funcionar na última quinta-feira, 23. Em uma casa lotérica, os criminosos chegaram a colocar o valor do "pedágio" no medidor da eletricidade.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags