Participamos do

No Interior, denúncias por aglomeração acabam em apreensão de armas e até de animais silvestres

Em Tauá e Canindé - As apreensões ocorreram durante o fim de semana. Em Tauá, foram encontradas três armas de fogo; já em Canindé, foram apreendidos um revólver calibre 38, munições e pássaros da fauna silvestre brasileira
11:22 | Mai. 31, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Duas denúncias de aglomeração ocorridas neste fim de semana resultaram também em apreensões de armas de fogo nas cidades de Tauá, a 347 quilômetros de Fortaleza e em Canindé, distante 121,3 quilômetros da Capital. Na primeira ocorrência, registrada no sábado, 29, foram apreendidos, em um bar, na localidade de Barrinha, em Tauá, duas espingardas calibres 22 e 36, um revólver calibre 22 e várias munições. Na segunda ação, também no sábado, foram encontrados um revólver calibre 38, munições e pássaros da fauna silvestre brasileira mantidos em cativeiro sem a autorização.

Segundo a Polícia Militar, a ação em Tauá aconteceu por volta das 21 horas, após uma equipe do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPraio) receber uma denúncia anônima de aglomeração em uma festa no distrito de Barrinha. Chegando ao local, os agentes verificaram que se tratava de um bar. Após identificar o proprietário, Cláudio Setúbal de Alencar, 50, a equipe foi autorizada a realizar uma busca na residência dele, onde também era o estabelecimento. Na vistoria, foram encontrados duas espingardas calibres 22 e 36, um revólver calibre 22 e várias munições.

LEIA MAIS| Festas e aglomerações de pessoas são encerradas em diversos bairros de Fortaleza

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Pássaros silvestres apreendidos durante aglomeração
Pássaros silvestres apreendidos durante aglomeração (Foto: Foto: SSPDS)

Já em Canindé, os militares receberam uma denúncia de aglomeração de pessoas e de som alto na rua Agapito Sampaio, bairro Alto Guaramiranga. Ao chegarem no local, os policiais do (CPRAIO) e da Força Tática flagraram o descumprimento do decreto estadual. No local, pessoas se encontravam aglomeradas, fazendo uso de bebidas alcoólicas e com som alto. Na casa, ainda foram encontrados pássaros silvestres em cativeiro e em desacordo com a legislação ambiental. No andar de cima do imóvel, foi identificado Ray Silva Sousa, 27, com passagem pela Polícia pelo crime de homicídio. Ele estava com uma arma de fogo.

Arma e munições apreendidas em Canindé
Arma e munições apreendidas em Canindé (Foto: Foto: SSPDS)

No primeiro flagrante, em Tauá, o estabelecimento foi fechado e o proprietário conduzido à Delegacia Regional de Tauá. Na unidade, ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e munições e por descumprimento ao decreto estadual de combate ao coronavírus. Já em Canindé, a aglomeração também foi dispersada e o suspeito encaminhado à Delegacia Regional de Canindé, onde foi autuado por crime ambiental e porte/posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags