PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

No Interior, denúncias por aglomeração acabam em apreensão de armas e até de animais silvestres

Em Tauá e Canindé - As apreensões ocorreram durante o fim de semana. Em Tauá, foram encontradas três armas de fogo; já em Canindé, foram apreendidos um revólver calibre 38, munições e pássaros da fauna silvestre brasileira

11:22 | 31/05/2021
Armas e munições apreendidas em Tauá, neste sábado, 29 de maio. (Foto: Foto: SSPDS)
Armas e munições apreendidas em Tauá, neste sábado, 29 de maio. (Foto: Foto: SSPDS)

Duas denúncias de aglomeração ocorridas neste fim de semana resultaram também em apreensões de armas de fogo nas cidades de Tauá, a 347 quilômetros de Fortaleza e em Canindé, distante 121,3 quilômetros da Capital. Na primeira ocorrência, registrada no sábado, 29, foram apreendidos, em um bar, na localidade de Barrinha, em Tauá, duas espingardas calibres 22 e 36, um revólver calibre 22 e várias munições. Na segunda ação, também no sábado, foram encontrados um revólver calibre 38, munições e pássaros da fauna silvestre brasileira mantidos em cativeiro sem a autorização.

Segundo a Polícia Militar, a ação em Tauá aconteceu por volta das 21 horas, após uma equipe do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPraio) receber uma denúncia anônima de aglomeração em uma festa no distrito de Barrinha. Chegando ao local, os agentes verificaram que se tratava de um bar. Após identificar o proprietário, Cláudio Setúbal de Alencar, 50, a equipe foi autorizada a realizar uma busca na residência dele, onde também era o estabelecimento. Na vistoria, foram encontrados duas espingardas calibres 22 e 36, um revólver calibre 22 e várias munições.

LEIA MAIS| Festas e aglomerações de pessoas são encerradas em diversos bairros de Fortaleza

Pássaros silvestres apreendidos durante aglomeração
Pássaros silvestres apreendidos durante aglomeração (Foto: Foto: SSPDS)

Já em Canindé, os militares receberam uma denúncia de aglomeração de pessoas e de som alto na rua Agapito Sampaio, bairro Alto Guaramiranga. Ao chegarem no local, os policiais do (CPRAIO) e da Força Tática flagraram o descumprimento do decreto estadual. No local, pessoas se encontravam aglomeradas, fazendo uso de bebidas alcoólicas e com som alto. Na casa, ainda foram encontrados pássaros silvestres em cativeiro e em desacordo com a legislação ambiental. No andar de cima do imóvel, foi identificado Ray Silva Sousa, 27, com passagem pela Polícia pelo crime de homicídio. Ele estava com uma arma de fogo.

Arma e munições apreendidas em Canindé
Arma e munições apreendidas em Canindé (Foto: Foto: SSPDS)

No primeiro flagrante, em Tauá, o estabelecimento foi fechado e o proprietário conduzido à Delegacia Regional de Tauá. Na unidade, ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e munições e por descumprimento ao decreto estadual de combate ao coronavírus. Já em Canindé, a aglomeração também foi dispersada e o suspeito encaminhado à Delegacia Regional de Canindé, onde foi autuado por crime ambiental e porte/posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.