PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Instituto lança campanha contra extermínio da juventude no Grande Mucuripe

Os participantes fornecerão às comunidades informações para apoiar as famílias que estejam com crianças e adolescentes vivendo em situação de violência

21:21 | 28/04/2021
Instituto lança campanha contra extermínio da juventude no Grande Mucuripe 
 (Foto: Divulgação/Instituto Terre des Hommes )
Instituto lança campanha contra extermínio da juventude no Grande Mucuripe (Foto: Divulgação/Instituto Terre des Hommes )

Dados do Comitê de Prevenção e Combate à Violência, da Assembleia Legislativa mostram que em 2020 a média de crianças e adolescentes mortos na capital foi de 12 por semana. Dos 4.039 homicídios registrados no Ceará, 16% das vítimas eram adolescentes de 10 a 19 anos. A campanha "Ainda queremos ser livres" do Instituto Terre des Hommes Brasil, que teve início na última terça, 27, e vai até o dia 29, tem como tema extermínio da juventude e o objetivo de sensibilizar e informar ao público adolescente, as comunidades e aos atores sociais que compõem o Grande Mucuripe, onde o número de homicídios cresceu em 170% no último ano. 

LEIA MAIS | Homicídio de crianças e adolescentes aumenta 150% em Fortaleza no primeiro semestre de 2020

A campanha faz parte do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM) em parceria com a Secretaria de Proteção Social (SPS) e com o apoio da entidade filantrópica alemã Kindernothilf. De acordo com Renato Pedrosa, diretor do TDH no Brasil, o objetivo é informar a população sobre os canais de proteção à criança e ao adolescente disponíveis no Estado, como a Defensoria Pública, o Ministério Público, o Conselho Tutelar e o Judiciário. "A gente escolheu algumas áreas onde existem suspeitas de adolescentes envolvidos em facção que estão sendo ameaçados e não sabem como proceder. A ideia é ingressar no programa a partir dessas portas de entradas para que entrem em contato com PPCAAM", explica Pedrosa.

Os adolescentes são encaminhados ao Programa através dos órgãos citados para garantir o sigilo. As principais ações do programa estão voltadas para a transferência de residência ou acomodação em ambiente compatível com a proteção, inserindo os protegidos em programas sociais, visando a proteção integral e oferecendo apoio social, jurídico e psicológico. Durante a campanha, acontece a distribuição de bottons, cartazes e adesivos informativos e o uso de carro de som para informar a comunidade.

Localizada na Área Integrada de Segurança 1, que contempla os bairros Praia de Iracema, Cais do Porto, Vicente Pinzon, Mucuripe, Aldeota, Meireles e Varjota, a região do Grande Mucuripe teve a terceira pior variação do Estado e a segunda da capital no número de homicídios.

Serviço

Campanha Ainda queremos ser livres com o tema Extermínio da juventude: racismo e criminalização da pobreza
Data: 27, 28 e 29 de abril
Local: Grande Mucuripe
Mais informações: 8530675715
Público-alvo: podem ser incluídas crianças (até 12 anos de idade incompletos), Adolescentes (entre 12 e 18 anos de idade) e seus familiares. As ações do PPCAAM poderão ser estendidas também a jovens com até vinte e um anos, se egressos do sistema socioeducativo.