PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

A rotina de estudos de quatro estudantes que atingiram 975 pontos na prova de Matemática do Enem

Estudantes contam suas experiências de estudos e falam sobre a importância e a comemoração após o resultado do Enem 2020

15:25 | 06/04/2021
Estudantes que tiveram as provas canceladas se preparam para o Enem (Foto: )
Estudantes que tiveram as provas canceladas se preparam para o Enem (Foto: )

Quatro cearenses, estudantes do colégio Farias Brito, conquistaram a nota de 975 pontos na prova de Matemática do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2020. A nota é considerada a mais alta do Enem deste ano. Arthur Silva, Jazon Neto, Ossian Leite e Caio Dela-Bianca contam sobre a experiência e satisfação do sucesso alcançado pela nota.

Arthur Silva, estudante do Farias Brito
Arthur Silva, estudante do Farias Brito (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Arthur Silva, 23 anos. O jovem Arthur conta que sempre teve o objetivo de cursar Medicina. “Desde pequeno, eu admirei muito o trabalho de médicos, principalmente os cirurgiões. Por isso, eu escolhi ser cirurgião geral, e ser a esperança de muitos que estão precisando de uma cirurgia para serem salvos”.

O estudante tirou a nota máxima em Matemática e 960 na Redação. Ele conta que passou um ano estudando em casa. “Devido aos problemas financeiros, eu estudava em casa. Logo depois, recebi uma bolsa de estudos no Farias Brito e passei a estudar com todo material do colégio”. Segundo Arthur, depois de concluir o ensino médio, ele passou três anos estudando para concorrer à vaga na Universidade. “Sinto que agora tenho grandes chances de passar em Medicina”, comemora.

Jazon Neto, estudante do Farias Brito
Jazon Neto, estudante do Farias Brito (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Jazon Neto, 17 anos. Filho de professora e de caminhoneiro, o sobralense afirma que no início do ano passado, entrando no terceiro ano do ensino médio, já possuía uma rotina regrada de dedicação aos estudos no colégio. No entanto, ele teve que transferir seus estudos para dentro de casa por causa da pandemia. Dividia seus horários entre aulas, resoluções de questões e produção de redações. Jazon afirma que buscava se dedicar mais às matérias de Matemática e Redação. “As duas matérias que mais podem aumentar a nota dos participantes do Enem”, comenta.

De acordo com o estudante, foi muito importante o desenvolvimento de hobbies e do apoio familiar para lidar com as pressões dos estudos. “Dentro de casa era muito difícil lidar com tudo, eu comecei a criar minha própria horta, meditar e fazer exercícios físicos em horários de descanso. Além disso, o apoio da família, amigos e namorada foi muito crucial no meu desenvolvimento pessoal", conclui. O estudante conta que pretende cursar Medicina em Sobral.

José Ossian Leite, estudante do Farias Brito
José Ossian Leite, estudante do Farias Brito (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Ossian Leite, 18 anos. O estudante conta que possuía um rotina de dedicação intensa aos estudos e buscava ler os conteúdos, resolver as questões, além de utilizar cartões virtuais nos quais criava perguntas de um lado e respostas do outro, através de um aplicativo para memorizar os conteúdos. Ossian afirma que não só os estudos são importantes, mas os momentos de descanso também: “Seria importante salientar que é preciso ter em mente o seu equilíbrio emocional. Devemos colocar metas razoáveis e passíveis de término sem um estresse excessivo”.

O resultado da aprovação foi celebrado com intensidade pelo estudante, ele conta que ficou muito contente quando conseguiu ver sua nota: “A ficha não havia caído. 30 minutos depois, as coisas já tinham se acalmado e pude colocar meus fones de ouvido, minha playlist favorita e refletir enquanto sentia a música. Foi durante esse transe musical que eu percebi que iria entrar no curso de Medicina da UFC!”, celebra.

Caio Dela-Bianca, estudante do Farias Brito
Caio Dela-Bianca, estudante do Farias Brito (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Caio Dela-Bianca, 21 anos. Com uma rotina de 40 aulas semanais, o estudante diz que depois do tempo dedicado às aulas costuma estudar com mais intensidade as matérias de Matemática, Física, Química e Redação. Caio se alegra com sua nota: “Depois dessa nota me sinto mais confiante nos meus estudos, porque sei que estou no caminho certo”. E complementa dizendo que seu sonho é estudar no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). “Lá, meu objetivo é fazer engenharia aeroespacial”.

Para Caio, a matemática sempre foi uma de suas matérias preferidas. "Ela tem sido minha a matéria preferida desde que era criança, pois sempre achei que ela me permitia chegar a resultados não tão óbvios através da sua exatidão. É uma ferramenta poderosíssima”, argumenta.


Exame

 

O Enem teve 5.523.036 inscritos para a versão impressa, no entanto 51,6% inscritos faltaram. O número foi ainda maior para os 93.079 inscritos na primeira edição do Enem digital, com 68,5% de pessoas que não compareceram. Já no exame para adultos e jovens privados de liberdade, no Enem PPL, dos 41.864 inscritos a participação foi de 74,1%.

LEIA MAIS | Enem 2020: Ceará tem quarta maior taxa de abstenção no Nordeste