PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Ceará registra 29.275 raios durante os dois primeiros meses de 2021; número é o menor em três anos

Granja, Crateús e Tamboril estão entre os municípios cearenses que mais receberam a descarga atmosférica durante o período

Gabriela Almeida
16:11 | 02/03/2021
 A Enel adverte para os cuidados a serem tomados dentro e fora de casa durante chuvas com raios e trovões (Foto: Ron Rev Fenomeno/Pixabay)
 A Enel adverte para os cuidados a serem tomados dentro e fora de casa durante chuvas com raios e trovões (Foto: Ron Rev Fenomeno/Pixabay)

Um total de 29.275 raios foram registrados em todo território do Ceará entre janeiro e fevereiro de 2021, segundo dados colhidos pela Enel Distribuição Ceará, por meio do Sistema de Monitoramento e Alerta, e divulgados nesta terça-feira, 2. O número é o menor já registrado pelo índice dentro dos últimos três anos e equivale a menos que da metade do total registrado no mesmo período de 2020- quando 89.900 descargas atmosféricas atingiram os municípios cearenses. 

O Sistema é utilizado para, entre outros, "emitir boletins diários sobre as condições meteorológicas de todo o Ceará", antecipando atendimentos urgentes que possam vir a surgir. Nos dois primeiros meses de 2019, a sistematização identificou 74.304 raios nas cidades cearenses. Já no mesmo intervalo de tempo de 2020, o índice teve um aumento e chegou a 89.900.

Em janeiro e em fevereiro de 2021, o Estado não chegou a registrar o mesmo volume intenso de precipitações percebido em anos anteriores. Os municípios que mais receberam a descarga atmosférica foram: Granja (2.607), Crateús (1.238), Santa Quitéria (887), Tamboril (841) e Tianguá (625).

| LEIA MAIS |

Março começa com madrugada e manhã de chuva intensa em Fortaleza

Veja quais novos medicamentos, exames e procedimentos serão cobertos por planos de saúde.

Em 2019, mais de 60% dos raios também haviam sido registrados nesses municípios, sendo o maior número em Santa Quitéria, que à época identificou 4.070 descargas atmosféricas- mais que o triplo do apresentado atualmente (887). O levantamento identifica ainda as macrorregiões mais afetadas por raios neste ano, sendo elas: Sertão de Crateús (5.745), Litoral Norte (5.166) e Sertão de Sobral (3.539).

Dia da maior incidência

 

Já em relação a março, entre essa segunda-feira, 1°, e a manhã desta terça-feira, 2, o sistema registrou 2.717 descargas atmosféricas. De acordo com balanço, o primeiro dia do mês totalizou 2.429 raios nos territórios cearenses, se tornando o "dia com maior incidência de descargas atmosféricas no Ceará".

Até o momento, os municípios mais afetados neste mês são: Santa Quitéria (341), Hidrolândia (175) e Russas (170). Registram o maior volume a macrorregião do Sertão de Crateús, com 654 raios, Vale do Jaguaribe, com 494 e Sertão de Sobral, com 490.

De acordo com a Enel, cuidados devem ser tomados para evitar acidentes nesse período, tanto por quem fica em casa durante as tempestades como por quem necessita sair. Para orientar população, a instituição elaborou uma lista de ações.

Cuidados para quem fica em casa:

1: Evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada;

2: Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;

3: Evitar consertos de instalações elétricas;

4: Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa durante tempestade:

1: Evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas;

2: Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.