Participamos do

Entidades se solidarizam com familiares de Flávio Saboya, que morreu neste domingo

Flávio Saboya, presidente da Federação da Agricultura do Ceará (Faec), morreu na manhã deste domingo, por complicações da Covid-19, em um hospital no bairro Papicu
13:35 | Fev. 21, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atualizada às 17h15min

Diversas entidades prestaram solidariedade aos familiares e amigos de Flávio Saboya, presidente da Federação da Agricultura do Ceará (Faec), que morreu vítima de complicações em decorrência da Covid-19, na manhã deste domingo, 21. Ele estava internado no Hospital São Mateus, em Fortaleza. A Associação dos Engenheiros Agrônomos do Ceará (AEAC) lançou nota onde presta solidariedade aos familiares e amigos do “o ilustre colega engenheiro agrônomo”. A nota assinada pelo presidente da AEAC, José Flávio Barreto de Melo, envia ainda sentimentos de solidariedade e respeito à família.

O Governador do Ceará, Camilo Santana, também lamentou a morte e prestou condolência aos familiares.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em outro comunicado, Rodrigo Diógenes Pinheiro, presidente em exercício da Faec; Carlos Bezerra Filho, vice-presidente de administração e finanças da Faec e Sérgio Oliveira da Silva, superintendente do Senar informa, com pesar, sobre a morte e presta sentimentos à esposa, Maria Inês Barreira Saboya, e aos quatro filhos e sete netos.

José Walfrido Mororó Monteiro, presidente da Associação dos Criadores do Ceará (ACC), lamentou em nota a partida de Flávio Saboya "para a Casa do Pai, numa imensa perda não só para familiares e amigos, mas para todos que atuam na agropecuária do Estado do Ceará". O comunicado ressalta ainda que Saboya, "que representava com maestria a agropecuária cearense", foi presidente da ACC por dois mandatos.

A Federação das Associações do Comércio, Indústria, Serviços e Agropecuária do Ceará (Facic) também se manifestou "lamentando a perda de uma figura atuante, solidária, competente e pacificadora. Um líder na essência da palavra". A nota da diretoria da entidade é assinada pelo presidente Francisco de Assis Barreto de Sousa.

A parceira de Saboya com o setor produtivo e o legado do presidente da Faec foram exaltados também pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará. "Que Deus traga conforto neste momento de grande pesar", encerra a nota da Fiec. Por sua vez, o presidente do Sistema Fecomércio Ceará, Maurício Filizola, assina o comunicado da entidade sobre a importância do trabalho de Saboya para o Estado.

O Sistema Faepa/Senar também prestou condolências. Em nota de pesar publicada no site, a instituição paraense destaca: "Grande defensor da agropecuária cearense, Flávio Saboya tem uma história de dedicação ao setor produtivo de forma incisiva e sempre muito responsável, respeitando o papel de cada instância. Entre as ações que se destacam em sua terceira gestão no Sistema Faec/ Senar estão a constante renegociação de dívidas dos produtores rurais, a ampliação e sustentabilidade dos sindicatos rurais, a implantação do Programa Agrinho, do Programa Forrageiras para o Semiárido e Biomas Caatinga, em parceria com a CNA. Implantou também 4 Polos da Rede EteC e a Faculdade CNA". 

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí (Faepi/Senar), Júlio César de Carvalho Lima, também assinou nota prestando as "mais sinceras condolências".


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags