PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Mais de 500 profissionais foram notificados por atuação irregular em academias e afins

Conselho aponta ainda para exercício ilegal online da profissão e para academias funcionando em descumprimento às medidas contra a Covid-19

Marcela Tosi
15:15 | 22/01/2021
Em 2020, o Cref5 realizou 1.543 fiscalizações em 91 municípios. (Foto:Fabio Lima/O POVO) (Foto: Fabio Lima/O POVO)
Em 2020, o Cref5 realizou 1.543 fiscalizações em 91 municípios. (Foto:Fabio Lima/O POVO) (Foto: Fabio Lima/O POVO)

De janeiro a dezembro de 2020, 535 pessoas foram notificadas por exercício irregular ou ilegal da profissão na área de Educação Física. No período o Conselho Regional de Educação Física da 5ª Região (Cref5-CE) realizou 1.543 diligências em 91 municípios do Ceará. Parte das ações veio de denúncias realizadas pela população 117 na Região Metropolitana de Fortaleza e 44 no Interior.

"Por conta da pandemia e das restrições necessárias, imagina-se que o público retornaria mais receoso. Mas houve uma busca muito grande de volta aos exercícios físicos. Nisso realizamos diversas fiscalizações com o intuito de proteger a população e os profissionais", expõe Sérgio Franco, presidente da Comissão de Fiscalização e Orientação do Cref5. "Vamos com o intuito de informar, verificar a presença de um responsável técnico e agora também orientamos sobre os cuidados com a pandemia", completa.

Do total foram 286 encaminhamentos por exercício ilegal da profissão, ou seja, pessoas sem qualquer formação na área atuando em academias e estabelecimentos afins. Outros 249 se deram por exercício irregular da profissão, quando profissionais ainda não formados ou fora da categoria de habilitação atuavam como responsáveis dos locais.

Durante o período de paralisação das atividades devido à pandemia de Covid-19, entre 19 de março e 30 de junho, o Conselho constatou 45 casos de exercício ilegal online, sendo protocoladas notícias-crime. Nesses meses foram notificadas 31 academias funcionando em descumprimento ao decreto estadual 

No ano, foram fiscalizados 1.280 profissionais registrados e 995 pessoas jurídicas certificadas. Ao mesmo tempo, foram encontradas 363 pessoas físicas não-profissionais e 519 pessoas jurídicas irregulares.

Denúncias

Caso perceba a ausência profissional responsável em uma academia ou estabelecimento afim, bem como alguma irregularidade nos locais, os casos podem ser denunciados com segurança de dados no site do Cref5. As denúncias também podem ser feitas na sede do Conselho.

Uma forma fácil de identificar um profissional de Educação Física devidamente habilitado é pedindo que ele apresente a Cédula de Identidade Profissional, um documento emitido pelos Conselhos Regionais de Educação Física. O Conselho, inclusive, tem pedido aos profissionais que apresentem os números de registro em suas redes sociais para o caso de exercício da profissão online.