PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Governo lança programa Cuidar Melhor; objetivo é reduzir mortalidade infantil e de trânsito, AVC e infarto

Municípios que reduzirem índices das ocorrências de trânsito e mortalidades da área da saúde terão maior parcela repassada dos recursos do ICMS

Gabriela Feitosa
14:12 | 12/01/2021
O lançamento foi realizado durante encontro virtual entre o governador Camilo Santana e o secretariado estadual com os prefeitos e prefeitas eleitas. (Foto: DIVULGAÇÃO)
O lançamento foi realizado durante encontro virtual entre o governador Camilo Santana e o secretariado estadual com os prefeitos e prefeitas eleitas. (Foto: DIVULGAÇÃO)

O Governo do Estado lançou nesta terça, 12, o programa Cuidar Melhor. A iniciativa é pioneira no País e tem foco na redução da mortalidade infantil, redução da mortalidade por AVC e infarto, e baixar a mortalidade por acidente de trânsito envolvendo motocicletas. Projeto também quer fortalecer as redes de saúde e a atuação regional, proporcionando mais qualidade de vida para a população.

Na solenidade, governador Camilo Santana assinou decreto que regulamenta o programa. A partir de agora, o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, deve se reunir com prefeitos e prefeitas para debater a questão da regionalização da saúde. "O Estado vai acompanhar e dar todo apoio para atingir as metas", afirmou Camilo.

Para conseguir sucesso, o programa aumenta de 5% para 15% os recursos do ICMS destinados aos municípios. Com isso, serão R$ 350 milhões a mais no total de repasses para as cidades que atingirem os critérios pré-estabelecidos. Os critérios foram apresentados na live e são os já citados acima: diminuição da mortalidade infantil, mortalidade no trânsito, casos de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e infarto. Ou seja, as cidades cearenses que forem alcançando essas reduções terão aumento no repasse do ICMS.

Camilo disse que programa coloca o Ceará em destaque no País e, como na área de Educação, estado pode virar exemplo.

O governador Camilo Santana, a vice-governadora Izolda Cela e o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, lançaram o programa em transmissão ao vivo nesta terça. Prefeitos e prefeitas de municípios cearenses acompanharam evento de forma remota.

Camilo ainda ressaltou que o programa quer resolver os problemas de saúde "atuando no que mais mata e nos que mais faz sofrer". A ideia é fortalecer as ações de saúde regionalizadas. "Objetivo é que em cada macro-região (do Ceará) é que 90% das demandas de saúde da população possa ser atendido na própria região", complementou governador.

O programa começa na prática ainda neste janeiro, quando haverá uma articulação com lideranças e uma avaliação da situação dos municípios. Esse processo deve acontecer durante 2021. A elaboração dos planos regionais e municipais e a implementação também estão previstas para este ano, mas para o mês de dezembro.

No começo de 2022 é quando acontece a avaliação de como as cidades se saíram e uma premiação em dinheiro para os melhores colocados.

Na solenidade, Camilo aproveitou para dizer que a vacinação contra o coronavírus no Ceará começa "daqui a pouco" e agradeceu público.

LEIA TAMBÉM | Covid-19: Anvisa divulga novas orientações para farmácias e drogarias