PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

MP cobra de Sesa e Agefis medidas de fiscalização em praça do Benfica durante festas de fim de ano

O intuito da ação é fazer com que os órgãos evitem aglomerações tanto na praça, conhecida por concentrar um número alto de pessoas, quanto em restaurantes e pontos comerciais que ficam localizados ao entorno dela

Gabriela Almeida
22:53 | 21/12/2020
Rodeada por bares e por restaurantes, a Praça da Gentilândia é conhecida por ser palco de festas e de aglomerações (Foto: ALEX GOMES EM 20/03/2019)
Rodeada por bares e por restaurantes, a Praça da Gentilândia é conhecida por ser palco de festas e de aglomerações (Foto: ALEX GOMES EM 20/03/2019)

O Ministério Público do Ceará (MPCE) encaminhou um ofício para Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) e Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) cobrando que os órgãos promovam medidas de fiscalização na Praça da Gentilândia, no bairro Benfica, em Fortaleza, durante as festas de fim de ano. Encaminhado na última sexta-feira, 21, o documento também solicita que sejam realizadas ações desse porte nos "arredores da região".

De acordo com o MPCE, os representantes do órgãos foram oficiados por meio da 137ª Promotoria de Defesa da Saúde Pública, que realizou cobranças especificamente para o período natalino e para o Réveillon. O intuito da ação é fazer com que os órgãos evitem aglomerações tanto na praça, conhecida por concentrar um número alto de pessoas, quanto em restaurantes e pontos comerciais que ficam localizados ao entorno dela.

Após serem oficiados, Agefis e Sesa devem encaminhar um relatório discriminando todas "as ações e medidas" tomadas para evitar aglomerados de pessoas nessas regiões e uma posterior alta dos índices de Covid-19. O prazo máximo para que o documento seja entregue ao MPCE é de 10 dias, a contar pelo dia da entrega. 

| LEIA MAIS |

Operação Fim de Ano fiscaliza 43 estabelecimentos em Fortaleza e 29 sofrem sanções

Decreto de fim de ano no Ceará: veja ponto a ponto e entenda o que muda

"Não há proibição para celebrações familiares", alerta Camilo Santana sobre circulação de fake news

Procurada pelo O POVO, a Sesa apenas informou que recebeu o ofício e que ele será respondido diretamente ao MPCE. Já a Agefis garantiu que tem "atuado em parceria com os órgãos de segurança para atender ocorrências de aglomerações em estabelecimentos comerciais e espaços públicos", frisando que "a área da Gentilândia está contemplada na Operação Fim de Ano Seguro".

Iniciado há cerca de duas semanas, a operação é realizada visando reforçar a fiscalização de estabelecimentos durante as festas de fim de ano. Elaborada pela Sesa, a ação conta com o apoio da Agefis e da Policia Militar do Estado (PMCE).