PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Uece e UFCA se unem em evento para discutir movimentos insurgentes

As instituições mobilizarão discussões sobre gestão de cidades como Fortaleza, Caucaia, Sobral, Mauriti e Juazeiro do Norte

12:53 | 10/12/2020
FORTALEZA, 06-12-2020: Vestibular da UECE 2020.2 sendo realizado em dezembro, devido a pandemia. Os locais de prova foram aumentados, nao sendo so a UECE o unico local de prova, a fim de evitar aglomeracao. As fotos destacam o movimento tranquilo e o espaco com as medidas de seguranca como medicao de temperatura e distanciamento atraves de marcacoes no chao. Campus Itaperi, Fortaleza. (foto: Bárbara Moira) (Foto: Barbara Moira)
FORTALEZA, 06-12-2020: Vestibular da UECE 2020.2 sendo realizado em dezembro, devido a pandemia. Os locais de prova foram aumentados, nao sendo so a UECE o unico local de prova, a fim de evitar aglomeracao. As fotos destacam o movimento tranquilo e o espaco com as medidas de seguranca como medicao de temperatura e distanciamento atraves de marcacoes no chao. Campus Itaperi, Fortaleza. (foto: Bárbara Moira) (Foto: Barbara Moira)

Às 14 horas da próxima quarta-feira, 15, a Universidade Estadual do Ceará (Uece) e a Universidade Federal do Cariri (UFCA) apresentarão o projeto "I-MOV - Incubadora de Movimentos Insurgentes" em evento online. O intuito da mobilização é trazer visibilidade e novas discussões aos movimentos insurgentes. A divulgação será transmitida pelo canal do YouTube do Idesco e do Observatório de Fortaleza.

A mobilização contará com a participação das instituições públicas, do Observatório de Fortaleza (Instituto de Planejamento/Prefeitura Municipal de Fortaleza) e o MediaLab-Prado, coordenado pelo pesquisador Antonio Lafuente.

A Uece será representada através do Laboratório de Gestão Inteligente de Cidades (Lagic). O grupo atua desde 2017 com a pesquisa "Gestão de Cidades e Participação Cidadã: um estudo sobre as interações de movimentos insurgentes com os conselhos institucionalizados nas cidades brasileiras”, realizada nas cidades de Juazeiro do Norte, Quixeramobim, Caucaia, Sobral e Mauriti. Já a UFCA será representada pelo Observatório das Cidades do Cariri, programa de extensão da Universidade que também desenvolveu experiências junto aos movimentos sociais da região.

Juntas, em 2020, os projetos se empenharam na formação de uma “Incubadora de Movimentos Sociais”, como finalidade dar suporte aos movimentos insurgentes e coletar informações para novas pesquisas e estudos sobre o tema. Os pesquisadores definem os movimentos como "movimentos organizados pela população que estão à margem do reconhecimento público, que procuram cuidar de temas necessários à sociedade mas que não participam na gestão participativa institucionalizada, em especial em ambientes de baixo desenvolvimento econômico".