PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Dois homens morrem em Granja após comerciante servir, por engano, veneno no lugar de cachaça

Cleison Santos Oliveira, 28, e Erismar Rodrigues de Sousa, 35, morreram após um comerciante servir veneno utilizado para matar insetos na lavoura

11:44 | 01/12/2020

Um comerciante de 75 anos foi autuado em flagrante por homicídio culposo após suspeita de envenenar, por engano, dois homens na cidade de Granja, localizada a 332,3 quilômetros de Fortaleza. De acordo com os dados colhidos na ocorrência, as duas vítimas consumiram veneno achando que se tratava de bebida alcoólica. O líquido foi servido por engano pelo dono do estabelecimento. A ocorrência foi registrada no domingo, 29.

Como tudo aconteceu

 

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) se deslocou até a localidade de Cajueiro do Castro, zona rural de Granja, após informações que dois homens estavam em óbito no alpendre de uma casa. Cleison Santos Oliveira, 28, e Erismar Rodrigues de Sousa, 35, haviam ingerido cachaça após trabalharem no roçado. Quando acabou a bebida, eles foram até um comércio de Benedito Cisto de Carvalho para buscar mais. Nesse momento, o comerciante serviu os homens uma dose oriunda de uma garrafa que estava na prateleira. No entanto, o líquido que havia no recipiente era veneno utilizado para matar insetos na lavoura, conforme as investigações.

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) esteve no local da ocorrência, mas não constatou nenhum sinal de violência. O comerciante foi conduzido à Delegacia Regional de Camocim, onde foi autuado em flagrante por homicídio culposo. Após pagamento de fiança, ele foi solto para responder pelo crime em liberdade.