PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Aprovados em concurso da Seduc serão chamados a partir de janeiro, diz Camilo

Certame foi iniciado em 2018 e mais de 2.500 professores aguardam contratação do Estado; Seduc informa que calendário foi atrapalhado por conta da pandemia de Covid-19

Everton Lacerda
21:26 | 18/11/2020
Previsão é de que as contratações para a rede pública estadual aconteçam a partir de janeiro de 2021 caso o Ceará declare o fim do estado de calamidade pública, informa a Seduc. (Foto: Júlio Caesar/ O POVO)
Previsão é de que as contratações para a rede pública estadual aconteçam a partir de janeiro de 2021 caso o Ceará declare o fim do estado de calamidade pública, informa a Seduc. (Foto: Júlio Caesar/ O POVO)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou nesta quarta-feira, 18, que os candidatos aprovados em concurso realizado em 2018 pela Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) serão convocados a partir de janeiro de 2021. O anúncio aconteceu em transmissão ao vivo pelas redes sociais após o gestor informar a abertura de mais de 3 mil vagas em novos editais para área de segurança pública no Estado.

“Estaremos convocando, já a partir do início do ano, para o retorno ao período letivo de 2021, os concursados do concurso da Seduc.” disse Camilo.

LEIA TAMBÉM | Mais de 3 mil vagas devem ser abertas em novos concursos para área de segurança pública no Ceará

O concurso da Seduc para a convocação de professores teve início em 2018. Foram abertas vagas para a rede pública estadual de ensino nas áreas de artes, biologia, filosofia, história, física, espanhol e inglês. O concurso foi declarado como parte do plano de valorização da educação do Ceará e ofertou 2.500 vagas. Além dos profissionais aprovados, 1.208 ainda passaram para o cadastro reserva. Até o momento, nenhum dos professores aprovados no concurso de 2018 foi chamado para contratação pelo Governo.

Em julho de 2020, os profissionais aprovados no certame realizaram uma petição civil pública reclamando da demora da convocação para o exercício dos cargos. Em outubro do mesmo ano, os professores realizaram ato, em frente à Assembleia Legislativa, pedindo a convocação e contratação dos aprovados no edital.

Em nota ao O POVO, a Seduc informou que a data prevista para o início de convocação dos professores é um acordo entre o Governo do Estado e o Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc) e a contratação dos profissionais está “condicionada ao final do estado de calamidade pública no Estad”, disse o órgão.

A Seduc também informou que o cronograma de convocação dos professores aprovados na prova foi atrapalhado por conta da pandemia de Covid-19. “Diante do estado de calamidade pública (...) o cronograma anteriormente previsto ficou temporariamente suspenso.”, informou a pasta.