PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Governo do Ceará anuncia concessão de 1.197 bolsas de iniciação científica e pós-doutorado

A iniciativa conta com investimento de R$ 13.188 milhões. Segundo o Governo do Ceará, só em 2020 já foi investido mais de R$ 32 milhões para garantir a participação de milhares de estudantes em atividades de pesquisa científica

Mirla Nobre
17:26 | 04/11/2020
GOVERNADOR ANUNCIA  EM LIVE  A CONCESSAO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CINETIFICA, DOUTOURADO E PÓS-DOTOURADO EM PARCERIA COM A FUNCAP (Foto: © CARLOS GIBAJA/ GOV. DO CEARA)
GOVERNADOR ANUNCIA EM LIVE A CONCESSAO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CINETIFICA, DOUTOURADO E PÓS-DOTOURADO EM PARCERIA COM A FUNCAP (Foto: © CARLOS GIBAJA/ GOV. DO CEARA)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou nesta quarta-feira, 4, por meio de live pelo Facebook e Instagram, a concessão de 1.197 bolsas de iniciação científica e pós-doutorado para todas as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e particulares do Estado. Ao todo, a iniciativa conta com investimento de R$ 13.188 milhões.

O anúncio contou com a participação do secretário da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece), Inácio Arruda, e do diretor científico da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Luiz Drude.

De acordo com Camilo, o Brasil precisa enxergar a importância de investir em ciência, tecnologia e educação. “Em um país que quer crescer com justiça social e oportunidades, é fundamental investir em educação, em ciência e tecnologia. Estamos ampliando o número de bolsas tanto para o Interior como para a Capital”, informou durante a live.

Na ocasião, o secretário Inácio Arruda ressaltou a importância do programa de bolsas de formação acadêmica, que só em 2020 investiu mais de R$ 32 milhões para garantir a participação de milhares de estudantes em atividades de pesquisa científica. Em 2019, o investimento em bolsas foi de mais de R$ 29 milhões.

Para o graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Paulo Victor da Silva, 25 anos, a oportunidade de ter conseguido uma bolsa logo no início do curso permitiu o desenvolvimento e permanência dele na instituição de ensino. “Não consigo imaginar a minha permanência na graduação, que possui uma dinâmica árdua e exige uma demanda financeira, sem o auxílio financeiro da bolsa. Ela serviu também como um guia para eu ter certeza da minha escolha na graduação, que foi ser professor. Essa iniciativa é importante também para pensar na manutenção do aluno dentro do ambiente acadêmico”, explica.

Bolsa de Iniciação Científica

De acordo com os editais, das 1.100 bolsas de iniciação científica, 760 são bolsas de um ano, com valor unitário de R$ 400 por bolsa, totalizando um investimento da ordem de R$ 3.648 milhões. Essas bolsas são direcionadas às pró-reitorias das IES do Estado. De acordo com o Governo do Ceará, o pagamento aos beneficiados já foi iniciado em setembro de 2020.

As outras 340 bolsas são de Produtividade de Interiorização (BPI), voltadas à pesquisadores dos municípios cearenses, totalizando um investimento de R$ 3.264 milhões. O pagamento dos beneficiados está sendo iniciado agora em novembro 2020.

Além das bolsas de Iniciação Científica, serão liberadas 70 bolsas de pesquisador com taxa de bancada com valor unitário de R$ 2.500 (caa), por um período de dois anos, num total de R$ 4.200 milhões.

Bolsas de Pós-Doutorado

O Governo do Ceará está liberando também 17 bolsas de Pós-Doutorado, no valor unitário de R$ 5.000, por um período de um ano, com investimento de R$ 1.020 milhão, além de 10 bolsas de doutorado pelo programa de cooperação com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). São R$ 2.200 por bolsa, por um período de quatro anos, e investimento de R$ 1.056 milhão.