PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Todos os 184 municípios alcançaram a alfabetização desejada para o 2º ano do Fundamental

Resultados divulgados são do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Estado do Ceará (Spaece)

Ítalo Cosme
12:39 | 11/08/2020
LIBERAÇÃO do ensino remoto possibilita a implementação do ensino híbrido (Foto: Barbara Moira)
LIBERAÇÃO do ensino remoto possibilita a implementação do ensino híbrido (Foto: Barbara Moira)

O governador Camilo Santana (PT) divulgou na manhã desta terça-feira, 11, que, pela primeira vez, todos os 184 municípios do Ceará alcançaram a alfabetização desejada ao fim do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2007, apenas 14 cidades estavam no padrão. Ao lado da vice-governadora, Izolda Cela, e da titular da Secretaria da Educação do Ceará (Seduc), Eliana Estrela, Camilo mostrou que 92,7% das crianças foram alfabetizadas na etapa certa em 2019. Em 2007, o percentual era de 39,9%.

Os resultados fazem parte do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Estado do Ceará (Spaece) do ano passado. Além do índice de alfabetização no fim do 2º ano, o Spaece mensura as competências e habilidades dos alunos dos 5º e 9º anos nas disciplinas de português e matemática. Conforme a Seduc, os avanços foram possíveis graças ao Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), desenvolvido em parceria com os 184 municípios.


Em relação à proficiência média em português no 5º ano, o Estado alcançou a média de 234,9 em 2019. No ano anterior, foi de 229,4. Em percentual, isso significa que 58% dos alunos estão numa situação adequada, 27% em nível satisfatório, 13% em estado crítico e outros 2%, muito crítico.

Quanto à disciplina de matemática, a procificência média foi maior no último ano, com 241,6. Ainda assim, a maioria dos estados (103) têm classificação intermediária, outros 78 apresentaram competências e habilidades adequadas. Enquanto 3 estão em nível crítivo.

Situação complicada se encontra ainda a avaliação de português para 9º ano do Ensino Fundamental. Em português, a classificação ainda é intermediária para 38%. Adequado apenas 24%. Crítico ou muito crítico concentram 37%.

A série, apesar dos avanços, tem 61% dos alunos em estado muito crítico ou crítico. O nível de proficiência adequado foi alcançado apenas por 15% do alunado.

Spaece – Escalas

A escala da alfabetização (2º ano) é constituída por cinco padrões, representados pelas seguintes pontuações: até 75 pontos – não alfabetizado; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente e acima de 150 – nível desejável.

Os resultados do 5º e 9º ano, por sua vez, são identificados a partir de quatro padrões de desempenho, sendo para Língua Portuguesa: até 125 pontos – muito crítico; de 125 até 175 – crítico; de 175 até 225 – intermediário, e acima de 225 – nível adequado. Para Matemática, os padrões de desempenho dos alunos são expressos através dos seguintes níveis: até 150 pontos – muito crítico; de 150 até 200 – crítico; de 200 até 250 – intermediário, e acima de 250 – nível adequado.