PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Polícia Civil prende mãe e filhos suspeitos de estelionato contra idosos no Cariri

Mulher é acusada de aplicar golpes relacionados a empréstimos em idosos

19:44 | 17/07/2020

Mandados de prisão foram cumpridos contra três pessoas de uma mesma família. Eles são suspeitos de crime de estelionato. As ações foram registradas nesta sexta-feira, 17.

As prisões aconteceram em Brejo Santo e na zona rural de Milagres. Depois das investigações relacionadas a fraudes de empréstimos que tinham idosos como vítimas, Francisca Macilda Alves Almeida, de 42 anos, foi presa.

Ela é mãe de outros suspeitos, que também foram capturados nesta manhã. Em desfavor da mulher, foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva por estelionato e associação criminosa. Já o filho, Francisco Mateus Alves Almeida, 21, sem antecedentes criminais, foi preso em sua residência. Contra ele, também haviam quatro mandados de prisão preventiva por estelionato e associação criminosa.

A terceira suspeita, que é filha de Macilda, foi identificada como Marina Alves Almeida, 24, sem antecedentes criminais. Ela foi presa na zona rural de Milagres. Foi dado cumprimento a dois mandados de prisão preventiva por estelionato e associação criminosa.

Os três foram levados à Delegacia Regional de Brejo Santo, onde prestaram depoimento e seguem em uma unidade penitenciária da região. A Polícia Civil segue investigando se mãe e filhos estão envolvidos em outras condutas delituosas.

Como funcionava a ação criminosa

Macilda procurava as vítimas, de preferência pessoas idosas, e prometia um empréstimo relativamente alto, mas com parcelas baixas para atraí-las. Ao se deparar com um alvo, ela ia com um dos filhos até uma agência onde o idoso possuía conta bancária, e o levava até um caixa eletrônico. Durante a ação, ela cadastrava o número de um celular de seu conhecimento, e através do internet banking, a suspeita controlava as contas das vítimas.

A mulher agendava todas as transações, para assim que o dinheiro estivesse disponível na conta dos idosos, os valores fossem transferidos para os seus filhos. Se as vítimas tivessem margem para consignação, o trio também contratava, deixando a conta negativa no mês seguinte.

Denúncia

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número (88) 3531-4841, da Delegacia Regional de Brejo Santo. O sigilo e o anonimato são garantidos.