PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

#Exposed: MPCE oferece suporte para vítimas levarem denúncias das redes sociais à Justiça

O Ministério Público do Estado afirma ter tido dificuldades em realizar as investigações por conta de resistência das vítimas em registrar denúncias

21:59 | 08/07/2020
Ministério Público do Estado do Ceará  (Foto: Thais Mesquita)
Ministério Público do Estado do Ceará (Foto: Thais Mesquita)

O Ministério Público do Ceará (MPCE) montou força-tarefa no órgão para fazer investigações sobre denúncias que foram feitas por meio de redes sociais, com a hashtag #ExposedFortal. O movimento se iniciou por conta de relatos de vítimas, que tiveram fotos íntimas divulgadas em redes sociais, e a partir disso, surgiram denúncias de assédios supostamente cometidos por professores de escolas e faculdades, públicas e particulares, contra alunos e alunas. O Ministério Público afirma ter encontrado dificuldades em realizar as investigações por conta de resistência das vítimas em registrar denúncias.

Atuando por meio do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), e do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência (Nuavv), o Ministério Público criou um e-mail para as vítimas terem um primeiro contato com o órgão, e receberem um apoio psicossocial.

As vítimas podem entrar em contato pelo email: [email protected] O Nuavv realiza atendimento às vítimas com um equipe multidisciplinar, com advogadas, psicólogas e assistentes sociais, por meio dos telefones (85) 98563-4067 ou (85) 3218-7630.

| LEIA MAIS SOBRE O #EXPOSEDFORTAL | 

> #ExposedFortal: Saiba como orientar crianças e adolescentes sobre consentimento, assédio e violência sexual

> Advogada dá dicas de como fazer um #Exposed juridicamente seguro

> Hashtag Exposed: saiba como denunciar casos de assédio e pornografia virtual

> Ombudsman: #Exposed e as delicadezas no Jornalismo

O MPCE afirmou que as promotorias de Justiça de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Iguatu e Sobral já deram início a procedimentos para investigar a situação. Na área cível e criminal, o Ministério Público procura identificar e denunciar os criminosos, responsabilizar gestores e instituições em casos de negligência e reparar danos possíveis às vítimas.

Em Fortaleza, já aconteceram operações de busca e apreensão nas residências de alguns alvos, para colher mais provas.

Contatos para apoio às vítimas e denúncias:

Telefones do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência: (85) 98563-4067 ou (85) 3218-7630
Endereço do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência: Av. Cel. Philomeno Gomes, 222 - Luciano Cavalcante