PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Estado reduz em 67% número de acidentes e em 25% o de mortes em rodovias estaduais

Levantamento foi realizado pelo Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar entre os dias 1º e 30 de abril

11:20 | 05/05/2020
Polícia Rodoviária Estadual registrou queda de 67% no número de acidentes. Na imagem, viatura da PRE. Foto: Assessoria de imprensa da SSPDS
Polícia Rodoviária Estadual registrou queda de 67% no número de acidentes. Na imagem, viatura da PRE. Foto: Assessoria de imprensa da SSPDS (Foto: Foto: Assessoria de imprensa da SSPDS)

Dados levantados pelo Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) apontam uma queda no número de acidentes ocorridos em rodovias estaduais do Ceará no mês de abril. No total, foram registradas 85 ocorrências do dia 1º ao dia 30 do último mês, contra 263 registros ocorridos durante o mesmo período de 2019, uma queda de 67,7%. Quanto às mortes, no quarto mês de 2020, o BPRE contabilizou 18 óbitos, seis a menos que no ano anterior, quando morreram 24 pessoas. Isso representa uma queda de 25% no número de óbitos.

Além dos efeitos por conta da redução de tráfego por conta da pandemia do novo coronavírus, a PRE atribui a diminuição à atuação dos agentes em pontos estratégicos, com ações fiscalização e orientação aos motoristas. O trabalho nas estradas conta com o apoio de agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE). O levantamento feito com os dados de abril de 2020 mostra que menos pessoas ficaram feridas em ocorrências de acidentes nas CEs. Foram 150 no ano passado contra 61 em abril de 2020, uma queda de 59,3%.

O tenente Henrique Lopes, subcomandante da 2ª Companhia (Cia) do BPRE, destaca o estudo que é feito para montar as estratégias de fiscalização a partir da análise dos dados mensais e dos locais que exigem mais atenção. “É uma redução considerável. Quase 70% acidentes a menos e também números menores de feridos e de vítimas fatais. Tudo isso por causa de uma fiscalização em cima dos dados estatísticos. O território foi mapeado, e montamos ações nos locais mais críticos com o objetivo de garantir a segurança do cidadão cearense que circula pelas rodovias estaduais”.

Prevenção

A fiscalização de trânsito realizada pelo BPRE e pelo Detran-CE tem como principal objetivo evitar acidentes de trânsito e, consequentemente, impedir a sobrecarga do sistema de saúde com eventuais vítimas de acidentes. Prevenir o uso de álcool e direção, por exemplo, fiscalizando o cumprimento da Lei Seca tem sido uma das atividades, mas com o devido cuidado para que os testes de alcoolemia utilizando o etilômetro (bafômetro) sejam efetuados em condutores que apresentem sinais explícitos de embriaguez e com a devida proteção dos agentes. Além disso, poucas operações têm sido realizadas com abordagem para checagem de documento, evitando assim maior contato dos agentes com os condutores.

“Os números que apontam para uma redução de mais de 67% do total de acidentes e de 59% no número de feridos nas rodovias estaduais são muito importantes para preservar vidas. Como, infelizmente, ainda devemos enfrentar uma fase mais grave da pandemia provocada pelo coronavírus, é necessário ter ainda mais cuidado nas estradas”, alerta Igor Ponte, superintendente do Detran-CE. Segundo ele, a pessoas que precisam dirigir precisam estar ainda mais cautelosas, uma uma vez que cada vítima de acidente de trânsito ocupa um leito no sistema de saúde, que poderia ser destinado a quem apresenta sintomas mais graves da Covid-19. “Ou, em situações piores, pode não conseguir atendimento se o sistema estiver com a sua capacidade esgotada. Por isso, cada vez mais, precisamos de atenção e cuidado no trânsito”, informa.

O Detran também realiza diariamente trabalho de conscientização pelas ruas do Ceará. Os agentes informam as pessoas sobre os cuidados com higiene, respeito ao isolamento social e também dispersam aglomerações. Isso ajuda na manutenção da distância recomendável entre as pessoas nas filas de estabelecimentos bancários e casas lotéricas em todo o Estado.