PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Instituição social usa Instagram para manter capacitação de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade

Através de uma programação repleta de conteúdos e transmissões ao vivo, o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza conecta seus alunos por meio de estratégias de marketing digital

Ismia Kariny
10:51 | 14/04/2020
Apesar de paralisação de atividades presenciais, as crianças e adolescentes continuam interagindo com os professores por meio das redes sociais
Apesar de paralisação de atividades presenciais, as crianças e adolescentes continuam interagindo com os professores por meio das redes sociais (Foto: Divulgação/IBLF)

Cerca de 630 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social continuam seus estudos de música e caratê no Instituto Beatriz e Lauro Fiuza (IBLF), por meio de atividades online desenvolvidas em todo o mês de abril. Para garantir que as famílias atendidas pela instituição continuem recebendo auxílio nesse momento de pandemia e isolamento social, o IBLF deu início à campanha "Doe um pouco do que tem", que tem como objetivo arrecadar recursos financeiros para atender aos alunos e seus familiares.

A partir da campanha o Instituto já distribuiu 185 cestas básicas, e a expectativa é de arrecadar ainda mais recursos para beneficiar as famílias dos alunos atendidos no IBLF. De acordo com a Instituição, a campanha "IBLF at home" (em português, IBLF em casa), é uma ação que tem como foco levar todo o conhecimento acerca do trabalho da Instituição para a casa dos beneficiários, a partir de uma campanha de marketing digital.

Desde março, quando o IBLF precisou suspender as atividades presenciais devido ao risco de transmissão da Covid-19, os professores do Instituto começaram a gravar videoaulas para repassarem internamente nos grupos de alunos. As atividades da Instituição continuaram através de grupos de WhatsApp, onde eram divulgados vídeos de treinamentos e desafios online. “As crianças e adolescentes continuam interagindo com nossos professores, não deixando de terem suas realidades transformadas por conta da quarentena”, afirma a entidade.

Vanesca Lima, responsável pela comunicação do Instituto, relata que a campanha é inovadora dentro do setor de causas sociais. “Diante dessa pandemia e com o isolamento social de boa parte da população, percebemos na crise a oportunidade de continuarmos conectados, ainda que de maneira online”, afirma. Segundo Vanessa, foi a partir dessa concepção que o Instituto decidiu investir fortemente em ferramentas e estratégias específicas do marketing digital para continuar impactando a vida das crianças e adolescentes atendidas pela Instituição.

Campanha IBLF at home

Durante todo o mês de abril, o Instituto Beatriz e Lauro Fiuza pretende divulgar novidades da campanha na rede social Instagram. A partir da plataforma, serão realizadas transmissões ao vivo com os professores, tira-dúvidas, bate-papos, desafios semanais, dicas, curiosidades e brincadeiras e treinamentos para realizar em casa. Para acompanhar toda a programação, a entidade recomenda que os alunos e interessados ativem as notificações para o perfil oficial do Instituto na rede social.

“Esperamos proporcionar através dessa campanha o entretenimento, interação e comunhão entre alunos, professores, responsáveis e todos aqueles que se interessam por nosso trabalho. Acreditamos que mesmo longe uns dos outros fisicamente podemos diminuir essa saudade através do poder do marketing digital”, destaca o Instituto.

Serviço

Campanha IBLF at home
Quando: até 30 de abril
Onde: Instagram @institutobeatrizelaurofiuza
Doações: https://doacao.iblf.org.br/