PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Ainda sem diagnóstico, um detento segue internado no Hospital São José

Na última sexta-feira, 6, um grupo de 11 internos do Cepis foi levado ao hospital com suspeita de quadro infeccioso

14:41 | 13/03/2020
De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), ainda é esperada a confirmação de todos os testes e exames realizados para obter a informação do diagnóstico preciso.
De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), ainda é esperada a confirmação de todos os testes e exames realizados para obter a informação do diagnóstico preciso. (Foto: Alex Gomes em 03.01.2019)

Um detento do Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), em Itaitinga, permanece internado no Hospital São José (HSJ), na Capital. Na última sexta-feira, 6, um grupo de 11 internos do Cepis foi levado ao hospital com suspeita de quadro infeccioso. De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), ainda é esperada a confirmação de todos os testes e exames realizados para obter a informação do diagnóstico preciso.

O Cepis é a maior unidade prisional do Estado, com 1.016 vagas. Porém, de acordo com a estatística divulgada pela SAP em dezembro, o local abriga hoje 2.718 detentos. Em nota, a SAP disse que disponibiliza, com suas equipes próprias, uma média de 6 mil atendimentos médicos mensais em todo o sistema prisional do Estado.

Além disso, a Secretaria ressaltou que os presos contam com quatro refeições diárias, servidas sob orientação de nutricionistas e fiscalizadas por equipes de controle interno. A SAP também informou que o banho de sol é cumprido com regularidade e rotina nas unidades prisionais.