PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Alunos de colégio militar de Juazeiro do Norte fazem vídeo alertando para perigo do "Desafio da Rasteira"

"Esta queda pode provocar lesões irreversíveis ao crânio e encéfalo (Traumatismo Cranioencefálico - TCE), além de danos à coluna vertebral", afirma nota da Sociedade Brasileira de Neurologia

22:41 | 14/02/2020
Vídeo alertando para os perigos do
Vídeo alertando para os perigos do "Desafio da Rasteira" foi divulgado no Instagram (Foto: Reprodução/2°CPM Cel Hervano MacêdoJúnior)

Alunos de uma escola em Juazeiro do Norte, o 2° Colégio da Polícia Militar Coronel Hervano Macêdo Júnior, realizaram campanha para conscientizar estudantes sobre o desafio do “Quebra-Crânio”, ou ao “desafio da rasteira”, como é conhecido no Ceará. A brincadeira consiste em dar uma rasteira no colega, fazendo-o cair brutalmente e podendo chegar até mesmo a bater a cabeça no chão.

No vídeo, três estudantes aparecem falando sobre as consequências do desafio.

Veja o vídeo:

A Sociedade Brasileira de Neurologia (SBN) publicou nota de repúdio ao desafio. “Esta queda pode provocar lesões irreversíveis ao crânio e encéfalo (Traumatismo Cranioencefálico - TCE), além de danos à coluna vertebral. Como resultado, a vítima pode ter seu desempenho cognitivo afetado, fraturar diversas vértebras, ter prejuízo aos movimentos do corpo e, em casos mais graves, ir a óbito”, afirmou a SBN em nota nas redes sociais.

Os responsáveis podem chegar a ser penalizados, respondendo por lesão corporal grave e até mesmo homicídio culposo.

David Duran, deputado estadual do Ceará pelo Partido Republicano Brasileiro, usou o perfil do Facebook para também alertar sobre os perigos da brincadeira, pedindo para que pais avisem "seus filhos, familiares e amigos sobre o perigo do desafio quebra-crânio”.