PUBLICIDADE
Ceará Sporting Club
NOTÍCIA

Ceará perde para o Grêmio em Caxias e entra na Zona de Rebaixamento da Série A

Alvinegro acumulou o seu 10º jogo sem vitória e, de quebra, caiu para a 17ª posição no Campeonato.

Bruno Balacó
22:52 | 09/10/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 06-10-2019: Adílson Batista, Tecnico do Ceará. Jogo do Ceará x Goias, Campeonato Brasileiro pela 23° rodada, jogo na Arena Castelão, com derrota do Ceará por 1x0 para o Goias. (Foto: Aurélio Alves/O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 06-10-2019: Adílson Batista, Tecnico do Ceará. Jogo do Ceará x Goias, Campeonato Brasileiro pela 23° rodada, jogo na Arena Castelão, com derrota do Ceará por 1x0 para o Goias. (Foto: Aurélio Alves/O POVO)(Foto: AURELIO ALVES)

Pela 1ª vez, após 24 rodadas, o Ceará está entre os quatro últimos colocados do Brasileirão. Nesta quarta-feira, 9, o Alvinegro acabou derrotado pelo Grêmio por 2 a 1, no estádio Centenário, em Caxias do Sul. Com o resultado, aliado à vitória do CSA sobre o Inter, o Vovô perdeu uma posição e agora ocupa a 17ª colocação na tabela, ingressando na Zona de Rebaixamento, ainda com 23 pontos - dois a menos que o time alagoano. De quebra, o time de Porangabuçu acumula um jejum de 10 jogos sem vitórias na Série A. Já o técnico Adílson Batista, recém-chegado, acumula duas derrotas em duas partidas à frente da equipe. 

O jogo em Caxias começou movimentado. Nos primeiros 10 minutos, cada equipe já havia criado pelo menos uma chance de gol. O Grêmio teve um gol anulado, em finalização completada por Luan posição irregular, quase embaixo da trave. O Ceará, por sua vez, balançou as redes após chute que desviou em Fabinho. Com o atleta em posição irregular, a arbitragem anulou a jogada. 

O Grêmio seguiu insistindo nas jogadas de bola parada e conseguiu abrir o placar em jogada de escanteio. O zagueiro Geromel se antecipou à marcação, cabeceou com estilo e estufou as redes: 1x0. O time gaúcho seguiu atacando e na reta final do 1° tempo conseguiu marcar mais um. Diego Tardelli foi derrubado na área por Valdo e árbitra marcou pênalti. Na cobrança, o volante Maicon, com paradinha, deslocou o goleiro e ampliou o marcador. A resposta do Vovô foi quase imediata. Aos 44 minutos, Fabinho marcou de cabeça, aproveitando cruzamento do zagueiro Tiago Alves pela esquerda. 

Na volta para o 2° tempo, Adílson mexeu na equipe, colocando Ricardinho e Juninho Quixadá na equipe e depois renovando o setor de marcação com a entrada do volante Auremir. A equipe teve as melhores oportunidades na etapa final, mas esbarrou no problema recorrente da equipe: a pontaria. O Vovô assustou em chutes de longe de João Lucas, Ricardinho (duas vezes), mas ficou no quase. 

Na luta para tentar sair do Z-4, o Ceará volta a campo no próximo domingo, 13, quando enfrenta o Avaí, em jogo marcado para as 16h, na Arena Castelão. O jogo é válido pela 25ª rodada do Brasileirão.