PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

"Recorte" analisa a importância do Geopark Araripe

No Recorte desta segunda-feira, 9, os jornalistas Ítalo Coriolano, Maisa Vasconcelos e Demitri Túlio discutem sobre a importância do parque considerado um laboratório ambiental

15:00 | 09/09/2019

Considerado o primeiro da América Latina e do Caribe, o Geopark Araripe ocupa uma área de aproximadamente 5.000 quilômetros quadrados (km²) e abriga registros geológicos do período Cretáceo, com fósseis de seres que habitaram a região entre 120 milhões a 100 milhões de anos atrás.

O patrimônio se estende pela Bacia Sedimentar do Araripe, ocupando os municípios cearenses de Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri, e também os estados de Pernambuco e Paraíba.

Em 2015, o patrimônio recebeu da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) o título de Geoparque Mundial Unesco.

No Recorte desta segunda-feira, 9, os jornalistas Ítalo Coriolano, Maisa Vasconcelos e Demitri Túlio discutem sobre a importância do Geopark Araripe, considerado o primeiro geoparque das Américas e único no Brasil chancelado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e da Cultura (Unesco).

Listen to "#141 - "Recorte" analisa a importância do Geopark Araripe, considerado um laboratório ambiental" on Spreaker.

Com episódios de segunda a sexta, o Recorte traz informações sobre assuntos relevantes de cada dia para os ouvintes, com participação de repórteres e editores da Casa. Para ouvir, basta acessar as principais plataformas de streaming de áudio, como Spotify, Deezer, Spreaker e agregadores de podcasts no Android e iOS.

Disponível em outras plataformas RSS feed: http://bit.ly/recortfeed

Assine o podcast no iTunes (e avalia a gente): http://bit.ly/recortrssapple

Segue a gente no Spotify: http://bit.ly/recortspotf

Segue a gente no Deezer: http://bit.ly/recotdeez