PUBLICIDADE
Ceará
Noticia

Todas as praias do litoral Leste e Oeste cearense estão próprias para banho, aponta Semace

A informação é referente ao mês de julho, quando foram realizadas as coletas de amostras da água do mar

11:24 | 07/08/2019
A decisão definitiva sobre mudanças na região deve ser feita em fevereiro de 2020.
A decisão definitiva sobre mudanças na região deve ser feita em fevereiro de 2020.(Foto: Júlio Caesar/O POVO)

Todas as 35 praias do litoral cearense, tanto leste quanto oeste, estão próprias para banho. Os dados são do boletim semanal de balneabilidade feito pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). Os resultados, também referentes ao litoral de Fortaleza, foram divulgados na última segunda-feira, 5.

No litoral leste, que vai da praia da Cofeco, em Aquiraz, até Redonda, em Icapuí, 17 pontos foram analisados. A observação é referente ao mês de julho e pode apontar praias em que o banho é (A) Aconselhável, (EA) Em Alerta e (I) Imprópria. No caso do litoral leste, todas as praias estão no primeiro critério, pois apresentam número abaixo ou igual a 1.000 NMP/100mL de Coliformes Termotolerantes (Fecais) na amostra.

Confira abaixo a lista de praias do litoral Leste cearense:

Cofeco

Porto das Dunas

Prainha

Presídio

Iguape

Barro Preto

Batoque

Barra Nova

Tabubinha

Morro Branco Velho

Praia das Fontes

Canto Verde

Pontal de Maceió

Canoa Quebrada

Majorlândia

Quixaba

Redonda

No litoral Oeste, os resultados também são positivos. Foram monitorados 18 trechos, entre Icaraí, em Caucaia, e a praia do Preá, em Cruz. Os dados, também referentes à julho, mostram que todas as 18 praias estão em condições aconselháveis para banho.

Confira a lista com as praias do litoral Oeste cearense:

Icaraí

Tabuba

Cumbuco

Lagamar do Cauípe

Pecém

Taíba

Paracuru

Lagoinha

Flecheiras

Mundaú

Baleia

Icaraí de Amontada

Almofala

Arpoeiras

Jericoacoara

Camocim - Próximo a travessia das balsas.

Bitupitá

Cruz - Praia do Preá

A classificação utilizada na análise está de acordo com a Resolução Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) nº 274/2000. Tal resolução considera que a observação e análise “das águas doces, salobras e salinas essencial à defesa dos níveis de qualidade, avaliados por parâmetros e indicadores específicos” asseguram as condições de balneabilidade.

No caso das praias do litoral Leste e Oeste cearense, o monitoramento também tem o objetivo de mostrar a necessidade de análises mais frequentes, visto que são áreas que não possuem grande densidade populacional. Por este motivo, é utilizado um critério mais restritivo, em que adota-se o resultado acima de 1.000 NMP/100mL coliformes termotolerantes como Em Alerta (EA) para atividades recreacionais.

“Resultado igual ou abaixo desse limite será tratado como aconselhável para banho. Em análises cujo valor de coliformes termotolerantes detectados seja superior a 2.500 NMP/100 mL, será informado que as águas estão impróprias para banho”, conforme relatório da Semace.

Gabriela Feitosa ESPECIAL PARA O POVO