PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Ceará registrou média de 34 acidentes de trabalho por dia em 2018; 58 trabalhadores morreram

Durante o ano passado, 12,5 mil acidentes foram registrados no Estado, segundo a Justiça do Trabalho

15:03 | 26/07/2019
Este sábado é o Dia nacional de prevenção a acidentes de trabalho
Este sábado é o Dia nacional de prevenção a acidentes de trabalho(Foto: ALEX GOMES/O POVO)

O Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho contabilizou 12,5 mil acidentes de trabalho no Ceará em 2018 - uma média de 34 casos por dia. Cinquenta e oito trabalhadores morreram no ano. Dados foram divulgados pela Justiça do Trabalho cearense, que lança alerta para o “Dia nacional de prevenção a acidentes de trabalho”, lembrado neste sábado, 27.

Gestor regional do Programa Trabalho Seguro, o juiz do trabalho Carlos Alberto Rebonatto afirma que a falta de comunicação à Previdência Social sobre as ocorrências oculta parte dos números.

“Metade dos acidentes de trabalho que ocorrem no País não é comunicada à Previdência Social”, calcula, informando que, com isso, além das estatísticas, o trabalhador fica “prejudicado”, privado "de vários benefícios, como auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou auxílio-acidente”, segundo o Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT-CE).

Ainda segundo o órgão, os gastos com acidentes de trabalho atingem cifras milionárias. Somente no Ceará, no ano passado e nos seis primeiros meses deste ano, o Instituto de Nacional de Seguro Social (INSS) pagou R$ 10,5 milhões em auxílio-doença por acidente de trabalho, auxílio-acidente previdenciário, aposentadoria por invalidez e auxílio acidente.

“As empresas que não observam a legislação sobre saúde e segurança no trabalho também arcam com indenizações por danos morais, materiais e pensões”, complementa o TRT.

Redação O POVO Online