PUBLICIDADE
Ceará
TRANSPORTE metroferroviário

Ceará é um dos três estados que cooperaram com a expansão nacional do setor metroferroviário

Conforme o Balanço do Setor Metroferroviário 2018/2019 da ANPTrilhos, o VLT Parangaba-Mucuripe foi uma das duas novas linhas que contribuiu com a ampliação da malha metroferroviária

10:15 | 15/05/2019
Estação Papicu do ramal Parangaba-Mucuripe do VLT
Estação Papicu do ramal Parangaba-Mucuripe do VLT(Foto: Aurélio Alves/O POVO)

Com a extensão das estações do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), o Ceará é um dos três estados que contribuíram com a expansão nacional do setor metroferroviário em 2018, segundo dados divulgado pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos).

Conforme o Balanço do Setor Metroferroviário 2018/2019 da ANPTrilhos, o País registrou extensão que totaliza 41 novos quilômetros em vias metroferroviárias, considerando novas linhas e a ampliação das já existentes, nos estados de Bahia, São Paulo e no Ceará. A rede sobre trilhos ganhou 30 novas estações, somando mais de 1.100 Km de expansão no País.

Além disso, teve o lançamento de duas novas linhas, no qual uma delas é o VLT Parangaba-Mucuripe, que contabilizou 13,3 Km de via metroferroviária e ainda está em fase de operação assistida, em oito das suas dez estações.

Segundo o estudo, o Ceará também registrou a maior participação estadual da região Nordeste no desenvolvimento total de trilhos, com o índice de 7,5%, seguido por Pernambuco (6,5%), Rio Grande do Norte (5,1%), Bahia (4,2%), Alagoas (3,1%), Paraíba (2,7%) e Piauí (1,2%).

No Estado, em toda a rede sobre trilhos, foram 12,6 milhões de passageiros em 2018, um aumento de 37% em relação a 2017. No País, o crescimento foi de 21%, totalizando 3,7 bilhões de embarques.

VLT Parangaba-Mucuripe

Segundo informações da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), o VLT Parangaba-Mucuripe está operando de forma assistida, com transporte de passageiros e sem cobrança de tarifa, passando por 8 estações atualmente. São elas: Parangaba, Montese, Vila União, Borges de Melo, São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales e Papicu.

O veículo transporta, em média, 6,6 mil pessoas por dia, entre 6h e 13h e das 16h40min às 20h, de segunda-feira a sábado.

David Moura/O POVO Dados