PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Trabalhadores do MST ocupam a Secretaria do Desenvolvimento Agrário

Entre as reivindicações está o reconhecimento de posse para mais de 2 mil famílias acampadas no Estado

10:22 | 15/04/2019
Cerca de mil trabalhadores ligados ao MST ocupam a Secretaria do Desenvolvimento Agrário na manhã desta segunda-feira, 15.
Cerca de mil trabalhadores ligados ao MST ocupam a Secretaria do Desenvolvimento Agrário na manhã desta segunda-feira, 15.(Foto: Reprodução)

Cerca de mil trabalhadores do campo ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupam desde as 5 horas desta segunda-feira, 15, a Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA). Os trabalhadores reivindicam reconhecimento de posse para mais de 2 mil famílias acampadas no Estado, infraestrutura para os assentamentos, construção de escolas do campo e projetos produtivos para a juventude.

Dentre as reivindicações nacionais está a defesa da reforma agrária e o posicionamento contra a aprovação da Reforma da Previdência. De acordo com o MST, a ação faz parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária que acontece neste mês de abril.

Para Neidinha Lopes, uma das coordenadoras do movimento, a mobilização reafirma "a necessária a construção de um projeto popular para o País, para devolver aos camponeses o direito de plantar e principalmente viver com dignidade".

Dia Internacional de Luta pela Terra

Abril é conhecido por ações de movimentos populares, sindicatos e federações de trabalhadores rurais que homenageiam a memória dos 19 trabalhadores que foram assassinados em Eldorado dos Carajás, no Pará, por policiais militares, em abril de 1996. O massacre aconteceu em 17 de abril daquele ano e, desde 2002, a data - determinada pela Via Campesina - é reconhecida no Brasil como o Dia Internacional de Luta pela Terra.

 Redação O POVO Online