PUBLICIDADE
Ceará
INTERIOR DO CEARÁ

Suspeito de estrangular grávida de cinco meses e forjar suicídio da vítima é preso

Criminoso confessou o crime e disse que agiu por "ciúmes". Ele foi preso no Piauí em virtude do cumprimento de mandado de prisão

20:38 | 13/03/2019

Felipe Vieira do Nascimento, de 29 anos, foi preso nesta quarta-feira, 13, no estado do Piauí, suspeito de matar Érika Silva Lima, de 22 anos. O crime aconteceu no dia 12 de fevereiro de 2019, no município cearense de Parambu, a 406 km de Fortaleza. O homem, detido em virtude de um mandado de prisão, foi indiciado por feminicídio.

De acordo com a Polícia Civil, depois de matar a vítima estrangulada, o homem simulou o suicídio da vítima e disse para os familiares de Érika que havia encontrado a jovem morta. A versão, conforme a Polícia Civil, não convenceu os policiais e as investigações chegaram à conclusão que a causa da morte foi um estrangulamento. A versão foi confirmada pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Felipe foi preso na localidade de Caldeirão do Davi, zona rural de Pio IX, no estado do Piauí. Ele foi encaminhado à delegacia de Tauá, onde foi interrogado e confessou o crime. Ele alegou que agiu por "ciúmes" e foi indiciado por feminicídio majorado, pois a vítima estava no 5º mês de gestação. Ele também foi indiciado por fraude processual, por ter forjado uma cena de crime.

Redação O POVO Online